3D Kanojo: Real Girl


Tópico em 'Temporada Finalizada' criado por Best em 08/04/2018, 06:58.
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
8 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: dC8b5h1.png]

Ficha técnica:

Título: 3D Kanojo: Real Girl
Título alternativo: Sinônimo: 3D Girlfriend | Japonês: 3D彼女 リアルガール | Abreviatura: -
Formato: Série de TV
Gênero: Romance, School, Shoujo (segundo MAL)
Obra original: Mangá
Site oficial: -
Estúdio: Hoods Entertainment (Drifters, Seikon no Qwaser)
Diretor: Naoya Takashi (Touken Ranbu: Hanamaru)
Data de estréia: 04/04/2018
Previsão do número de episódios: 12
Maiores informações: [Wikipedia (EN) | Wikipedia (PT) | MyAnimeList | AnimeNewsNetwork | AniList]

Sinopse MAL:  Tsutsui Hikari is an otaku, and he mostly avoids social life. Hikari has only one friend at school, who is also a social misfit, and he is mocked brutally by most of his classmates for being creepy and weird. One day, he ends up having to clean the school pool with Igarashi Iroha, who appears to be pretty much everything he hates in real-life girls. She skips school, has a blunt manner, doesn't have female friends, and seems the sort to be promiscuous. However, she is friendly to Hikari, and even stands up to the people who make fun of him. Hikari's bitterness and trust issues lead him to say pretty harsh things to Iroha, but she never dismisses him as creepy. After a while, it starts to look like Iroha may become his first real-life, 3D girlfriend! Will he be able to handle it?
Responder
 #2
Primeiras Impressões: 3D Kanojo Real Girl 1~3

Vou direto ao ponto com vocês, pois não há forma melhor de descrever esse show do que assim: O que diabos está acontecendo aqui?

Baseado num mangá relativamente antigo (início em 2011, com término em seu décimo segundo volume no ano de 2016), a obra é da autora Mao Nanami, uma mulher que, por trabalhar num meio dominado por homens, tenta se destacar ao fugir dos padrões e mostrar facetas que não estamos acostumados a lidar nesse tipo de mídia. Já vou falar disso.
Mas antes tenho que expressar minha frustração.

A premissa do anime não é difícil de se entender, na real. É o clássico onde um garoto otaku nerd gótico diferente e raro, feito pra ser o self-insert do maior número de japoneses possíveis, DO NADA, consegue uma vida maravilhosa e que ele não merece de jeito nenhum. Se você parar pra buscar outras séries com mote semelhante, vai achar aos montes. Sério, não é difícil de encontrar, escapismo faz sucesso.

O que veio para - tentar - diferenciar o dito cujo dos seus milhares de concorrentes, ao que parece, não foi o seu roteiro, sua trilha sonora, nem sua animação. Suas personagens (ou melhor, suas personalidades e atitudes) aparentam ser o divisor de águas. Ao menos foi o que os três primeiros episódios tentaram passar.

Normalmente temos um elenco ideal: Personagens boas, talvez injustiçadas, beirando a perfeição. Problemas nunca são culpa do protagonista, mas sim desse mundo cruel onde uma boa alma não consegue perambular em paz, sem ser julgada e abusada.
Não aqui. Não nesse show. O garoto é recluso, pouco confiante, covarde, desdenhoso e suas ações são mais movidas a orgulho do que benevolência. A garota é rebelde, promíscua, impulsiva, mentirosa e não possui um só pingo de juízo.

As nossas personagens principais são pessoas repletas de problemas, com personalidades questionáveis e defeitos até faltar adjetivos (tive certa dificuldade pra completar o último parágrafo, inclusive). Falando em bom português, ambos garoto e garota são péssimas pessoas. Não é um nível de problemática onde você pode usar o discurso de que as personagens são "realistas por terem defeitos". São defeitos demais, pontos negativos demais, pra poucos elogios.

O mais intrigante, porém, é que a velha regra da matemática se aplica também ao show business: Menos com menos dá mais. Eu passei nervoso vendo os dois protagonistas sozinhos, mas quando estão juntos... Parece que funciona? A interação entre os dois é sensacional, e consegue usar os seus respectivos defeitos de uma forma que complementam as falhas do outro.
Mas quando eles estão separados, continuam detestáveis.

Só que as coisas entendíveis acabam por aí. O ritmo do anime é frenético, e as coisas acontecem uma atrás da outra, sem te dar tempo para respirar ou tentar entender o que diabos rolou. Não é que o show seja rushado, é mais que as próprias personagens são frenéticas, e tomam decisões além da compreensão de um humano normal. Você vê mil coisas sendo ditas e acontecendo dentro e fora da tela, e nenhuma delas é explicada em momento nenhum.
Tanto os fatos quanto os "defeitos" das personagens mencionados anteriormente não são explicados e ficam no ar para entender como ou o motivo deles existirem. Claro que com apenas três episódios, não dá pra ter certeza de nada mesmo que a autora tentasse explicar, mas ficar no escuro assim não é muito legal.

Apesar de ser chamado de "comédia-romântica", o show tem seus momentos divertidos, mas nada de extraordinário até então. Coisa no nível Os Trapalhões, no máximo (Não que Os Trapalhões seja ruim, é claro). E eu não pude deixar de reparar no enorme CLIMÃO que a atmosfera do anime passa com sua abertura ("Daiji na Koto" por Quruli) e suas músicas de fundo. Parece que algo vai dar errado, lágrimas vão ser derramadas e pessoas vão ser atropeladas por caminhões a qualquer momento. Não sei se estou preparado para isso.

Só para não perder o costume, podemos falar da parte técnica: O estúdio responsável é a Hoods Entertainment; e quem dirige é Takashi Naoya, que tem em seu currículo a direção de um terço de um de meus animes prediletos, que por acaso também é uma comédia-românica: Sakurasou no Pet na Kanojo. Lá, o trabalho foi bem feito. Podemos esperar algo no mesmo nível para cá.

No final das contas, o show consegue ser divertido, apesar de você não entender o que está acontecendo por 90% do episódio. Tenho como esperança de que no futuro, todas as decisões tomadas e todos os defeitos dos personagens sejam devidamente explicados. Por enquanto, um 6/10 parece ser razoável, e ainda aguardamos por fatos (ou pela falta deles) para saber se essa nota desce ou sobe ou empina ou rebola.
Responder
 #3
Eu estou acompanhando o anime e posso concluir algumas coisas.

O projeto 'demonstra' ser produzido por uma equipe pequena, talvez com cronograma apertado e talvez com baixo orçamento. Entretanto, é engraçado como o anime ainda consegue se utilizar de 'detalhes' bem feitos (Coisa que alguns animes não fazem e projeta a atenção na palavra demonstra anteriormente.) e mal feitos. Basicamente, estes 'detalhes' podem aparecer de forma conceitual ou imagética, produzindo cenas de foco intermitente, variação de situação, destaques...

Um exemplo 'mal feito' é como você consegue perceber a mudança entre duas cenas que ambientam a mesma situação, ocorrida na cena do quase beijo no quarto, do episódio 02. Ou um exemplo bem feito, que é a forma como ambos os personagens principais possuem pelo menos uma cena com milésimos de segundos para demonstrar uma reação preocupada ou surpresa. Sim, ele é bem feito, roteiristicamente.

Você consegue perceber estes detalhes e são o que avançam à premissa, que é muito boa por sinal. A questão está em como a animação e o roteiro não parecem andar de mãos dadas e criam situações onde, uma hora a animação consegue garantir a atenção das pessoas, e na outra não. Isso não é culpa da animação. O traço, cores, estilo e a animação em geral são aceitáveis e possuem suas qualidades sim, mas só com elas, você já pode ou não obter a pior ou melhor experiência possível.

Lembrando, o Hikari tirou uma figure do bolso. Claro, calças masculinas conseguem guardar muita coisa neste mundo machista que faz com que calças femininas tenham bolsos falsos, minha calça mesmo cabe meu PSP 1001 FAT inteiro, sem brincadeira. De qualquer forma, isso é culpa do roteiro que, por sua vez, afetou a animação.

Se era algo grande demais para ele tirar do bolso, ele devia ter outra forma de carregar e retirar o objeto.
- Roteiro
Devia haver uma cena correta para mostrar o objeto e outra para entregar o objeto.
- Roteiro


A sonoplastia é boa, tanto a abertura e encerramento possuem músicas boas, mas sinto que na música de abertura eles usaram uma parte não tão interessante da cantoria. As cenas utilizadas na abertura e encerramento são fofas e possuem, de alguma forma, um roteiro por trás, principalmente no encerramento. Eu entendo que pode haver uma equipe diferente responsável por estas duas coisas, mas é estranho elas não terem um contraste maior e realmente darem a ideia de que há uma discrepância em como a animação/roteiro seguem.

Eu adoro como no encerramento o Hikari pega a 'energia estelar' com a mão direita mas em todo o percurso que ele corre, ele está carregando-a com a mão esquerda. Parece que não foram apenas aqueles 'detalhes' que chamaram atenção.

Continuarei assistindo. É fofo e engraçado.
Responder
 #4
3d otaku real depressivo 4

Imaginei que um episódio assim ia acontecer uma hora ou outra. O cara é muito cabaço e não tem confiança nenhuma. É claro que ele ia começar a duvidar de si mesmo e da situação que ele está.

E ótimo ver que, mesmo com tantos problemas externos que essa falta de atitude dele o causou, ele ainda assim conseguiu se manter focado e conseguiu "se segurar" graças a guria.

E o sub-plot dos irmãos mais novos vai ser interessante de se ver.

até que foi legal esse epi. Meio deprê, mas legal.
Responder
 #5
3d comunicação real dificuldade 5

no episódio de hoje, o problema da semana foi a comunicação.
Claro que o moleque não sabe se comunicar direito, ele sempre foi o excluído que nunca falou com ninguém.

Apesar de eu dar toda a razão pra guria estar puta com ele, ela deveria ser a pessoa que mais entende a situação do moleque e deveria relevar e/ou ser mais aberta/menos tsundere com ele por conta dessas coisas.
Mas essa forçação de barra é só pra draminha q eu sei.

Ah, e a guria nova pareceu engraçada, apesar dela serum esteriótipo q eu n gosto mto normalmente
Responder
 #6
3d ciúmes real tretas 6, 7 e 8

puta que pariu que ódio desse anime

tudo que acontece de ruim nessa merda é pq os dois personagens principais NÃO SABEM FALAR.
puta que pariu

alguns problemas (tipo ciúmes) eu até entendo acontecerem mas...
caralho bicho oq custa SE COMUNICAR

E quando eles decidem falar, é pra falar merda...
A meganekko lá é outra q só faz merda, puta que pariu, entrou pra destruir o show
ela destruiu tanto o tsutsui quanto a raposa quanto o gato, ou seja, metade do elenco.

decepcionado
Responder
 #7
3d covardia real cocozenta 9

ah não bicho

na hora que parecia que as coisas tavam caminhando... BAM foda-se tudo vamos fazer as pessoas não se entenderem de novo pq elas não sabem falar

A essa altura eu já desisti de tentar dar qualquer razão pra qualquer personagem desse anime. Ninguém fala nada momento nenhum, e quando reoslvem falar é gritaria e merda atrás de merda

cansei na real
Responder
 #8
ata 10 e 11

tudo que esse anime precisava era um irmão siscon ciumento mesmo
exatamente, perfeito!
que anime sensacional!

/s

sério, o anime além de feio e forçado é muuuuuito chato pqp
sério, levei 4h pra ver 2 episódios e me arrependi de ter começado por eles, pq agr perdi a noite toda......
pelo menos tá acabando
Responder
 #9
PUTRA MERDA 12

EU NÃO ACREDITO QUE O IRMÃO SISCON CIUMENTO QUE VEIO DA EUROPA ROUBAR A PROTAGONISTA E QUE APARECEU SÓ NO PENÚLTIMO EPISÓDIO...
NÃO É UM IRMÃO DE SANGUE DA GURIA!

MEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEU DEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEUS

sinceramente esse anime foi muito ruim e conseguiu piorar na reta final.

Tirando a literalmente última cena, da entrega do anel, que até q foi legalzinha... deus me livre que bosta que foi isso.

De verdade, personagens malas fazendo burrices o tempo todo, não se entendendo como única justificativa para o desentendimento ser a idiotice de ambos...

Animação medíocre, trilha sonora esquecível, comédia inexistente... No final o negócio acabou virando um draminha mela-cueca sem graça igual eu tinha previsto desde o início. Meu instinto nunca falha.

E pra piorar, acabou "em aberto" sem eira nem beira.

3/10 e eu estava com saudades de dar uma nota baixa
Responder

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes