Princess Principal


Tópico em 'Temporada Finalizada' criado por martec em 29/06/2017, 05:14.
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
8 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: WOJd8ph.jpg]

Ficha técnica:

Título: Princess Principal
Título alternativo: Sinônimo: - | Japonês: プリンセス・プリンシパル
Formato: TV
Gênero: action
Site Oficial: http://www.pripri-anime.jp/
Estúdio: Actas | Studio 3Hz
Diretor: Masaki Tachibana
Supervisor do script: Ichiro Okouchi
Character designer: Yukie Akiya
Data de estréia: 09/07/2017
Número de episódios: -
Maiores informações: [AnimeNewsNetwork]

Sinopse ANN:  Five girls live in 19th century London, a city within the Albion Kingdom divided into east and west by a large wall. The girls serve as undercover spies enrolled as students at the prestigious Queen's Mayfair school. The girls make use of their individual abilities to remain active in the underground world of disguise, espionage, infiltration, and car chases.
Responder
 #2
WHAT THE FUCK

isso é Machine-doll.

A roupa, o design, o logo, o tema, a ambientação...

Tirando a falta de marionetes mágicas...
ISSO É MACHINE-DOLL WHAT THE FUCK

vou ver pq agr fiquei 300% curioso
Responder
 #3
Primeiras Impressões: Princess Principal 1~3

Alguns períodos da história humana acabam sendo fetichizados pelo homem moderno. Nunca paramos para pensar em como a Peste Negra assolava a Idade Média; como a discriminação era a norma na Era Vitoriana; ou como as pessoas viviam com medo do fim dos tempos durante a Guerra Fria. É com esses aspectos mais viscerais do passado que autores como Philip Pullman, Scott Westerfeld, Stephen Hunt e China Miéville (Que eu descaradamente copiei e colei da Wikipédia) "fundaram" o gênero Steampunk.

E isso tudo é relevante para nosso tópico pois tratamos de uma série com canos, engrenagens e vielas londrinas pra tudo que é lado. E que apesar de abraçar fortemente a temática de "Crítica social foda" que é o Steampunk, ainda não deixa de ser japonês, então vemos a fetichização de outras formas.

Mas convenhamos, quem é que não gostaria de ver garotinhas moe encarnando o 007 numa Londres Steampunk durante uma releitura da Guerra Fria? Esse é o seriado que você nunca soube que queria tanto.

Com um Primeiro Episódio sensacional, provavelmente um dos melhores que eu vi nos últimos anos, o show conseguiu usar aquele truque que é mais velho que vovó menina, mas que funciona perfeitamente quando bem executado: A Premonição Sugestiva.

Não sei se já existe um nome pra isso, mas acabei de inventar um, e na minha cabeça ficou muito legal.

Começos de história são sempre chatos. Você é obrigado a explicar o que está acontecendo, quem são essas pessoas, o motivo delas estarem fazendo aquilo, em que mundo estamos, de onde viemos, para onde vamos, e aquela coisa toda. Dependendo de como você faz isso (Tipo o clássico "Ficar sentado num restaurante por vinte minutos"), o espectador já transcendeu a morte de tão entediado que ele ficou. O que vem depois pode até ser bom, mas ninguém aguenta passar por tanta exposição chata logo de cara.

Por isso que a Premonição Sugestiva existe. Tasque um episódio intenso, porém independente, do meio da temporada logo no começo. Pegue o telespectador desprevenido, mostre para qual lado o negócio vai andar, e o que o espera no futuro.
Depois que ele pegar o queixo do chão, você pode voltar pro começo e ficar naquele lero-lero nada acontece feijoada, que vai ser mais fácil de engolir.

E até nisso o nosso anime da vez dá um show. Em cada episódio após o nosso prólogo de nome elegante, eles conseguem: apresentar um personagem; introduzi-lo na história de forma satisfatória; contar parte dos acontecimentos que moldam o mundo sem apelar pra fatídica cena do café; e ainda ter uma sequência de ação de dar inveja no Jack Splinter.

Só que eu já gastei metade da postagem falando da mesma coisa, então vamos comprimir todo o resto na segunda metade e torcer para ficar legível.

O elenco não tem lá grandes nomes. As personagens são espiãs (e elas adoram dizem que são espiãs. Elas farão questão de te lembrar que elas são espiãs a cada dez segundos e vão repetir caso você tenha esquecido que elas são espiãs), então é meio óbvio que elas não queiram se destacar demais.
Mas mesmo assim temos uma guria que brilha verde e voa, outra que anda por aí com espadas na mão e uma que é basicamente o Stephen Hawking moe.
Ah, e elas são espiãs.

Desnecessário falar, os visuais são simplesmente deslumbrantes. Não dá pra fazer um Steampunk de qualidade sem artwork de mesmo nível. Eles se preocuparam tanto com isso que na lista de staff tem pra mais de dez pessoas creditadas como responsáveis ou envolvidos na parte artística. É mais gente nisso do que muito anime por aí tem pra produção inteira...

Por outro lado, a animação (por conta dos não-tão-influentes 'Actas' e 'Studio 3Hz') é tão flutuante quando a protagonista (já que ela voa... sacou?). Temos muitas cenas lindíssimas, que são seguidas por cortes questionáveis e de qualidade duvidosa. Não gosto de me prolongar nisso pois é um buraco bem mais fundo do que aparenta e quase ninguém tem coragem de descer isso tudo.

Uma surpresa agradável, que vai te interessar por soar extremamente retardado (e, como é de praxe nas mídias nipônicas, realmente é tão idiota quanto soa), mas vai ter fisgar e te manter entretido pelos episódios intensos; pelas personagens (que são espiãs) e seus objetivos; e toda aquela bagunça de espionagem e politicagem no melhor estilo House of Cards. A nota não podia ficar abaixo de 8/10.
Responder
 #4
princesa rebelde 4

esse anime é mto legal cara

assim, a única falha dele, e que o torna extremamente IDIOTA, é a falta de tato na direção quando o assunto é ~espionagem~

TODO MUNDO FALA SOBRE COISAS SECRETAS ABERTAMENTE

isso me dá um nervoso enorme.

Eles tentam dar o ar de "secreto" em algumas cenas, e realmente dá certo (tipo a cúpula do commonwealth, ou a Dorothy pegando missões), mas na maioria das vezes, eles acabam falando de coisas secretas em voz alta e isso é completamente retardado...

Tirando esse aspecto extremamente burro e que podia ser resolvido facilmente, o anime é ótimo.

As tretas de espionagem, coletar informações e invadir lugares são mto legais.
Ainda não deu pra pegar completamente qual é o negócio geral que tá rolando, mas isso é meio q óbvio que n seria tão fácil de mapear, já que a trama é sobre isso lol

bom epi
Responder
 #5
Princesa weeb e Princesa fujona 6 e 7

nossa, que episódios sensacionais

Apesar de terem sido completamente diferentes e com climas opostos, ambos mostraram a mesma coisa: Os horrores da guerra, como ela destrói famílias, lares, pessoas...

No primeiro, como a honra levou à guerra que destruiu uma família.
No segundo, como a guerra acabou com a honra de uma família destruída.

Alguns derps aqui e ali, e alguns casos daquele "HUR SOU ESPIÃ E ADORO FALAR Q SOU UMA EM PÚBLICO", mas tirando isso, excelentes episódios.

Só estou ficando meio *thinking* com o fato de... estarmos já na metade da temporada, e tudo ainda está muito confuso... Parece que as missões são simplesmente... Missões. Não estamos recebendo muitas infos do quadro geral...
Mas vamos ver.
Responder
 #6
Princessa do AAAAAAAAAAAAAAA FLASHBACKS 8

flashbacks são o meu gemidão do zap
eles aparecem do nada, sempre me pegam desprevenido, e me deixam puto

Episódio necessário pra caralho.
Finalmente descobrimos qual a relação entre a Ange e a Charlotte.
Ou melhor, entre a Charlotte e a Ange.

A gente só tinha pistas, e até dava pra imaginar que era algo assim. Mas finalmente nos deram os detalhes.

E o melhor foi que fizeram isso de uma forma saudável. Foi um flashback, ok, mas ele conseguiu se encaixar até que de forma boa na narrativa, e ainda agregou desenvolvimento pra Ange.

Esse anime é bom pra caralho vai se foder.

Charlotte sendo a melhor garota cada vez mais
Responder
 #7
Princesa weeb o retorno 9

mano esse anime é topzera demais

esse episódio conseguiu me fazer passar por diversas emoções ao longo dele. Foi uma montanha russa de alegria, tristeza, raiva, dó... pqp

A Chise é com certeza a personagem que eu menos gosto dentre as principais, e mesmo o episódio sendo focado nela, eu consegui curtir pakas. Anime bom é assim né.

Pela primeira vez, tivemos uma visão da escola, né. Depois do ep2 nós nunca mais pisamos lá praticamente. Conhecemos muitas pessoas e aprofundamos o nosso conhecimento de pessoas já conhecidas. Foi top.

Assistam.
Responder
 #8
Princesa da traição 10

mano esse anime é top demais

vimos sobre o 'passado' das espiãs. Não as origens, mas o que aconteceu depois disso, mas antes do presente.
só acho estranho esse tipo de coisa existir dessa maneira mas né, estamos num anime então até q eu aceito

acho legal como eles tem focado bastante na parte "humana" das espiãs. Elas foram tratadas por muitos episódios (e ainda são pelas outras personagens) como meras "ferramentas". E a Ange é quase isso, na real.
Mas essa segunda metade tem sido bem focada em mostrar que apesar de tudo, elas ainda são pessoas com sentimentos.

anime tá foda

E AGORA A RETA FINAL DEU UM TWIST DOIDO
QUERO VER OQ VAI ROLARE
Responder
 #9
Princesa Principal: 11 e 12 (Fim)

[Imagem: AhmHGC6.png]

Pontos positivos:
- Ótimas cenas de ação;
- Boas personagens e com excelente desenvolvimento;
- Narrativa que consegue ser consistente mesmo sendo não-linear;
- Fodendo espiãs moe steampunk.

Pontos negativos:
- Espiãs falando que são espiãs em voz alta o tempo todo;
- Alguns derps na animação aqui e ali;
- Buracos na trama (por falta de tempo + 'secretividade' da espionagem);
- FODENDO FINAL EM ABERTO.

sério, vai tomar no cu
a série inteira foi maravilhosa, adorei mesmo.

Mas daí vcs me dão um final desses? Sérião? porra não fode aspira
assim, o final não foi de todo RUIM
mas puta merda q ódio que eu tenho de finais em aberto com um "continua™". Vai se foder. Na maioria das vezes não continua, e isso q me deixa putooooooooo aaaaaaa

e esse final foi meio... estranho, pra dizer o mínimo.
Digo, tudo pareceu bem repentino...
Mudança no topo da Commonwealth, essa tal de Zelda pagando de vilãzona, rebelião no Império...
Tudo do nada pro final, saca?
Tá certo que se pararmos para analisar, quase todos os episódios foram assim né... mas esse era o final. Daria mais impacto se fosse alguém que já conhecíamos, como por exemplo a espiã do Duque.

mas oh well

No geral o anime foi sensacional, nunca me surpreendi tanto com um show. Eu não dava nada pra ele na pré- estréia, mas logo no começo já me deixou surpreso e valeu até o fim.

Estou em dúvida se fecho com 9/10 ou com 8/10 por conta dessas coisas do final... Quando for adc no MAL eu decido.

recomendo d+
Responder

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes