Fate/Apocrypha


Tópico em 'Temporada Finalizada' criado por martec em 29/06/2017, 04:35.
Páginas (5): 1 2 3 4 5 Próximo »
Avaliação do Tópico:
  • 1 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
1 votos
65 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: 4gYV0bm.jpg]

Ficha técnica:

Título: Fate/Apocrypha
Título alternativo: Sinônimo: - | Japonês: -
Formato: TV
Gênero: -
Site Oficial: http://fate-apocrypha.com/
Estúdio: A-1 Pictures
Diretor: Yoshiyuki Asai
Supervisor do script: Yuichiro Higashide
Character designer: Yūkei Yamada
Data de estréia: 01/07/2017
Número de episódios: -
Maiores informações: [AnimeNewsNetwork]

Sinopse ANN:  There was once a Holy Grail War waged by seven Mages and Heroic Spirits in a town called Fuyuki. However, a certain Mage took advantage of the chaos of World War II to steal a Holy Grail. Several decades have passed, and the Yggdmillennia family, who took upon the Holy Grail as its symbol, defected from the Mages' Association and declared their independence. Furious, the Association sent a force to deal with the Yggdmillennia, but they were defeated by the summoned Servants. With the Holy Grail War system changed, war with seven versus seven, breaks out. And so, the curtain rises on the epoch-making Great Holy Grail War.
Responder
 #2
0% de expectativa pra esse anime de Apocrypha.

Não quero me animar mesmo sendo o Fate/ com mais personagens que eu gosto, pq sei que a A-1 pictures vai estragar.

Mas vamo que vamo né
Responder
 #3
Essa é uma temática de Fate que sempre quis ver. Tem as dubladoras que eu amo e pá, apesar da animação estar marromeno, temos Rewrite e Little Buster pra prova como quando uma franquia sai de seu estúdio principal, ela pode continuar ótima rs
Responder
 #4
Como comprovamos esses dias vendo cenas do Fate da Deen o bagulho não precisa ser bem animado pra ser bom (Apesar de que imo nem ta tão mal animado quanto o Best faz parecer).

É só não cagarem o roteiro. Animação é o de menos.
Responder
 #5
Sem nenhuma expectativa, assistirei alguns epis para ver se assisto tudo.
Responder
 #6
Ohh!! why no H type moon, why
Nice!! só espero que eles não substituam as cenas H (caso tenha) por beijos que nem o de Campionne(?)

#ShameOnYouTypeMoon #BringTheHBack #MashOneOfTheBestWaifus
Responder
 #7
!!! ALERTA !!!

ISSO NÃO É UMA SIMULAÇÃO

UTW RESSUSCITOU PRA FAZER SUBS DE APOCRYPHA:

REPITO, ISSO NÃO É UMA SIMULAÇÃO.

https://utw.me/2017/07/02/fateapocrypha-01/

@Thelight52 @Seakulll

Responder
 #8
Já vi o primeiro episódio, achei foda, mas foi tudo tão corrido e "aberto", não tem os segredos e a hesitação de outros Fates, é uma saga "declarada".

A animação está boa, melhor do que eu esperava, pena que os black são os "vilõeszinhos", já que entre eles estão alguns dos servos que mais gosto no joguinho.
Responder
 #9
hahahahahah Ficou bom essa porra!!!
Que nem o @Lake falou eu só não curti essa distinção de vilão e "mocinhos". Mas pelo que disseram vai rolar outro guerra depois dessa, então pode ser que o lado do "bem" tenha alguns mestres do "mal"
A Jeanne que eu mais queria ver só apareceu no começo e no final do episódio, mas né, n dá pra mostrar todo mundo.
Eu achei muita massa a referência a Fate/Zero e a Fate/Stay Night no "anata wa watashi no master ka?" só que mais "brincalhona"
A música da opening que foi aquela que tocou no final ficou legal. A animação ficou muuuuito melhor do que eu pensava, te dizer que tá melhor que a maioria dos desenhos que lançam por aí.
Esperando ansiosamente o resto e nice UTW!!
Responder
 #10
Fate/Apocrypha - Ep 1

Meo deos que foda. Fez falta esse primeiro ep ter 40 minutos pra ficar contando as regras que todo mundo já ta cansado de saber sobre as guerras -n. Eles focaram em contar só as diferenças mesmo.

Belo plot, pela animação, belo PLOT (da Semir-).

Agora, tiveram algumas coisas que me deixaram um pouco confuso e espero que esse universo de Apocrypha seja mais explorado no futuro pra que eu possa ter minhas respostas, por exemplo, o Waver. Nesse universo a 4ª guerra nunca aconteceu, logo, o Waver nunca participou, logo, ele nunca conheceu o Rider, logo, ele deveria ter continuado um zé mané pelo resto da vida. O que faz o Waver deixar de ser um ninguém pra virar o fodendo Lord El-Melloi II são as experiencias que ele vive durante a quarta guerra, é estranho ele ser importante na Torre do Relógio numa realidade onde isso não ocorreu.

Btw o Mestre da Mordred é bem mais legal do que eu imaginava. O que é engraçado pq as pessoas julgarem ele errado por causa da aparência faz parte da historia -q
Responder
 #11
Primeiras Impressões: Fate/Apocrypha 1 & 2

A tão esperada adaptação para TV da série de Light Novels finalmente chegou, e infelizmente ela não ficou lá essas coisas. Vamos trabalhar em explicar alguns pontos. Afinal, eu já passei quase quarenta minutos ouvindo nada além de explicações em cenas expositivas mesmo, já devo estar craque nisso.

Podemos começar com a própria chacota que eu fiz no parágrafo anterior: Exposições. Tá certo que, por se tratar de um show da franquia Fate/, é literalmente OBRIGATÓRIO ter, no mínimo, meia hora de explicações sobre todas as regras, todos os personagens, a ambientação, o contexto, o motivo do cara estar usando cuecas de determinada cor, et al. É a regra número dois de qualquer obra da empresa.

[Imagem: Q0DuVNd.png]

Apesar de focar nos aspectos excepcionais que tornam o evento que move a obra em algo especial, as demoradas explicações ficam massantes depois de um tempo. A pior parte é que, mesmo sabendo que 90% das pessoas assistindo o show já são fãs da franquia e já sabem tudo que está sendo dito, eles fazem questão de repetir pela milionésima vez.

Acredito, porém, que a principal falha dessa adaptação tenha sido a coreografia. Sei lá o que diabos é um "Diretor de Ação", mas Enokido Hayao está creditado como um em Fate/Apocrypha, então ele deve ser o responsável por isso.

As lutas, o combate, todas as cenas de ação são extremamente... vazias. Os movimentos parecem ser "brutos", pouco refinados. Dois grandes heróis da mitologia, conhecidos através das eras por sua habilidade de combate, que quando eles cruzam espadas, parecem o Acoy e eu brincando de lutinha com garrafas pet.

O prólogo da história, que vemos nos primeiros cinco minutos do episódio inicial, contém uma das cenas mais épicas de todas as obras da franquia. Os homens capacitados e treinados da A-1 Pictures (já falo deles) conseguiram a proeza de animá-la de forma totalmente sem emoção.
Acaba sempre faltando um "tchan", aquela coisa que faz o negócio parecer épico. Abaixo segue o vídeo de uma luta de Fate/Kaleid Liner Prisma Illya, onde ocorre uma cena extremamente similar. Repare como a Silverlink. (estúdio responsável) trata a cena com um todo, em especial o confronto de golpes no final, e veja se não tem um "tchan" que falta em Apocrypha?



Tendo uma história relativamente fraca, Apocrypha se apoia demais em seu excelente elenco. Com uma seleção de servos ao mesmo tempo interessante e diversa; com mestres que são chamativos por si só, além dos que brilham ainda mais quando interagindo com seus novos familiares, formamos um ambiente que consegue se sustentar mesmo sem muito pé (nem cabeça).

O único problema é a falta de mistério que envolve os personagens. Metade da graça de qualquer obra de Fate/ é tentar descobrir quem são os servos. Ter aquela satisfação de ter acertado e provar pra si mesmo que é um grandessíssimo nerd; aprender coisas novas sobre lendas que você nem fazia ideia que existiam; aquele plot twist na reta final, onde finalmente descobrimos quem é aquele babaca que vem enchendo nosso saco...
Daí o autor vem e revela o nome de todo mundo antes mesmo de completar um episódio.

Pontos negativos listados, também devo dar meus méritos ao show: Confesso que fiquei com receio do design de personagens para o anime (Feito por Yukei Yamada) quando vi as imagens promocionais, mas vê-los em ação, animados, foi uma experiência completamente diferente. Eles funcionam até que bem, e ficaram bons o bastante.

Com pesar no coração também digo que a A-1 Pictures até que conseguiu fazer sua parte. Mais ou menos. A animação está com uma ótima qualidade. Apesar das coreografias ruins, elas estão muito bonitas. É tipo assistir a dança dos muleke zika em 1080p.
A OST também é extremamente consistente e acrescenta muito ao clima. Era de se esperar, tendo um diretor tão experiente como Yoshikazu Iwanami. Com um currículo desses, fica difícil contestar o cara.

Fate/Apocrypha acaba sendo um cabo-de-guerra. Temos boas qualidades em seu elenco e produção, mas muitos defeitos em sua falta de tato, mistério e direção. Independente do lado que te puxa mais, ele é, sem dúvida, uma adição extremamente importante para o universo animado da franquia, e acaba por valer a pena apenas por isso.

Eu dou 6/10 pra esse começo, e acredito que, se não houver um bom desenvolvimento dos personagens interessantes, eles não vão conseguir se sustentar. Não só com lutinhas, pelo menos. Mas não que eles precisem né, fazendo parte de uma franquia dessas, podia sair qualquer coisa que daria lucro.
Responder
 #12
C A N N O T B E B E A T E N 3

O Karna é muito foda hahaha

Sério, a maioria dos personagens de Apocrypha são muito bons, mano.
Só nesse episódio, tivemos cenas fodas do Astolfo, do Chiron, da Mestre do Chiron, da Fran, do mestre da Fran, do Sieg, do Karna, da Joana, da Mordred, do Sisigo...

Mas continuamos tendo o mesmo problema: As lutas são muito "méh".
Essa do Karna x Sieg foi até que melhor que as iniciais, mas ainda assim pareceram super "normais"...

E sabe pq foi melhor? pq eles ficaram botando flashbacks no meio da luta.
Logo, teve menos luta.
melhor luta.

E eu fiquei muito impressionado com o Astolfo.
Todo mundo fica querendo comer ele (ou ser comido, sei lá), mas eu não-ironicamente estou gostando dele COMO PERSONAGEM. Ele é um cara que faz oq quer na hora que quer, mas apesar disso ele não é um cara egoísta. Ele ainda se importa com os outros.
Aquela cena que ele vira pro Chiron e fala "Eu não gosto de deixar pessoas morrerem" foi 10/10
Responder
 #13
O maior problema de qualquer Fate definitivamente é o começo, eles sempre precisam explicar as regras do graal, apresentar uma porrada de servo e mestre e tal, nunca podem matar ninguém, o que definitivamente torna a história mais lenta. Eles sempre conseguem melhorar isso usando recursos visuais ou mostrando interação dos personagens. Por exemplo, em Fate/Zero mostra o kotomine e o pai do kirei rodando envolta dele enquanto explicam as coisas, o que torna uma sequência bem fodinha se tu parar pra ver direito.

Nesse eles tão focando nas relações dos personagens, tipo o Astolfo salvando o homúnculo, a conversa da Franks e o mestre dela, a mina da caveira de rodas e tal. Isso eu tô achando bem legal, mostra até o lado mais -humano- da Jeanne, tipo ela totalmente "não vou interferir na guerra" com toda convicção depois fica frustrada porque as roupas dela tão arruinadas.

No quesito de animação,  se você for comparar com a Ufotable, por exemplo, vai parecer bem "pior". Mas o que ninguém percebe na animação da ufo é que apesar de ser MUITO BOA no quesito fluídez e algumas cenas serem maravilhosas(igual a de knk filme 5), a Kyoani ou o Bones conseguem fazer uma animação mais fluída ainda. O negócio é que eles gastam muuito do budget tacando filtros na animação deles, o que faz parecer super majestosa. A animação de Apocrypha é muito boa, mas não é tão "bonita".

Os personagens todo episódio me prendem mais, relação do necromancer e da Mordred, a franks e o mestre, o Astolfo e tal, até a história do Sieg. Isso que eu acho legal em Fate, eles n precisam fazer um flashback gigante, em Fate/Zero eles fazem parecido com o Lancer, eles colocam umas partes importantes da lenda e pronto, tá ok. Quero ver o que vai rolar com o homúnculo e a Jeanne, pq parece que eles vão se encontrar alguma hora.

Mas nem tudo são flores né. Fate nunca precisou se focar em fanservice ecchi(APESAR DE SER BASEADO NUMA NOVEL HENTAI MAS OK), mas tá tendo muito corte nisso. No quesito narrativo é meio exagerado, mas eu realmente não ligo eaheiauehaui

Tá muito legal até agora, doido pro próximo(UTW TE AMO MAS TE ODEIO)!!
Responder
 #14
Fate/Apocrypha Ep 2-3

Primeiro Ep: Apresentação da Guerra
Segundo Ep: Apresentação dos True Names
Terceiro Ep: Apresentação das Motivações dos Espíritos Heroicos

O que eu acho que mais bato palma pra Apocrypha até agora é como eles tão conseguindo apresentar uma montanha de informação sem ficar corrido. Conseguiram apresentar com flashbacks de 1~3 minutos lendas que o Nerdologia faz vídeo de 20 minutos pra explicar -t.

Tem outra coisa que estão fazendo em Apocrypha bem e que não chegaria até nós se não fosse a Saver UTW que são as pequenas referencias a elementos da série que são comentados brevemente pra responder coisas que os fãs da série, eu incluso, acabam se perguntando enquanto assistindo. Como a parada do Gandr do Sisigou e o fato do Chiron não estar com corpo de cavalo.

Os personagens são adoráveis, não achei que eu ia gostar tanto assim do Chiron. A Fran também é outra que eu achava que não ia gostar e me conquistou. Gosto também como eles estão conseguindo criar momentos descontraídos sem tirar a "seriedade" do negoço com aquelas interações da Mordred e tal.

Uma coisa que eu não estou gostando muito até agora é a BGM. É bastante provável que eu esteja sendo influenciado pelo fato do meu fone de ouvido estar ruim mas em momentos de explosão tipo no confronto do Sieg com o Karna eu tomei um earrape com a mistura dos mil barulhos que tem ao mesmo tempo naquela cena.

Comentando agora uma parte dos comentários do Sea e do Best. Só uma questão de gosto mas, Sea, não concordo que a parte de apresentação das regras seja um problema. Claro, isso é extremamente pessoal da minha parte visto que eu sou um entusiasta dessas regras. Pelo fato de eu """"""""""""""""""""""estudar """""""""""""""""""""" elas pra poder criar o universo do RPG sempre que algo novo nelas é apresentado eu fico super animado pensando nas mil possibilidades que elas trazem e também em como o Nasu vai ignorar elas dois minutos depois. E em relação a parte que o Best fala sobre as lutas estarem "desanimadas" eu estava concordando até o Ep 1. Aquela cena com o confronto da Mordred com o Sieg foi no minimo estranha mas já não acho que tenha sido mais o caso nesses últimos eps. Nem falo da luta do Sieg com o Karna mas aquele confronto lá do Mestre da Mordred, a Mordred e os Golems + Hommunculi foi a cena que eu mais gostei até agora. Em parte por estar adorando o mestre da Mordred mas além disso por todo processo da Mordred parar uma porrada do Golem de 3 metros com a mão, jogar a espada, O SISIGOU USANDO UMA FODENDO ESCOPETA PRA DISPARAR TRÊS GANDR COM POTENCIA DE ESTOURAR A CABEÇA DOS NEGO WTF EU NEM SABIA QUE ISSO ERA POSSÍVEL, enfim -q

Estou ansioso pra ver o Spartacus em ação, por um instante eu achei que ele ia explodir a cabeça do caçador lá por motivos de Mad Enchant Rank EX. Ele é tão loco que quando ele olha pra tela da até medo.
Responder
 #15
Episódio 4:
OOOOOHOHOHOHOHO Agora sim o negócio tá bão! Esse episódio teve vários pontos altos!

Uma das coisas que eu mais queria ver era os servos lutando juntos, porque essa é a vantagem dessa guerra 7x7+1. Os archers cuidando das costas dos bruisers foi muito massa! Pena que não deu pra ver nada do spartacus, mas falaram tanto do hougu dele e que a galera deveria sair de lá se ele usasse que é meio óbvio que ele ainda vai aparecer.

O Astolfo tá sendo cada vez mais gostável, como o Best falou é legal a moralidade dele.

Agora o que eu mais fiquei WUT NO EPISÓDIO: O SIEG! Mano, no episódio 1 mostra o Sieg lutando contra a Mordred, MAS ELE FUCKING MORREU NO EPISÓDIO 4!! Teoria minha é que ele deve sei lá ir tomando conta do corpo do homúnculo e virar ele de novo? Tipo ele ficar com uma espada é basicamente um foreshadowing a isso, mas quem sabe né.

Esse episódio foi uma bagunça, mas uma bagunça legal. Melhor episódio até agora. Mostrou de tudo um pouco, desde character development a ação. Agora quero ver mais da Jeanne que quase não teve falas até agora.
Responder
Páginas (5): 1 2 3 4 5 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes