TÓPICO DA DISCÓRDIA: Melhores do ano 2016


Tópico em 'Animes' criado por Best em 27/12/2016, 17:19.
 
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
8 respostas neste tópico
 #1
Como sempre, no final do ano nós preparamos o palco para começar o próximo da melhor forma possível.
E que forma melhor de começar o ano, do quê causando uma treta colossal?


É O TÓPICO DA DISCÓRDIA 2016



Para os novos usuários ou pra quem não lembra, uma explicação rápida de o quê é o tópico da discórdia:

Apenas para ajudar, eu posto os charts das quatro temporadas de anime do ano, e vocês fazem seus rankings pessoais: De melhor de cada temporada, e do ano como um todo.
Claro, não precisa fazer separado por temporada se não quiser, pode fazer só um pro ano todo, mas fique a vontade pra dissertar sobre os motivos e como o ranking do amiguinho está errado e ele tem bad taste.





Charts:













Eu normalmente deixo pra postar o meu rank depois, primeiro pra não juntar o post com corpo do tópico, e segundo pra evitar double post.

 #2
ok, vamos começar a treta:

Melhores animes do ano- By :J.C.

Gate
Terraformars
Izetta
Drifters

Motivo: foram os unicos desse ano que eu assistí* Icon_rolleyes


agora tentando ser sério: a 2° temporada de terraformars me surpeendeu tipo, mesmo! eu ja sabia mais ou menos o que esperar baseado na 1° temporada mas essa segunda foi melhor em todos os aspectos possiveis. devido a isso poderia dizer que ele foi sim o melhor de 2016 que eu ví.

PS.: ainda estou vendo drifters e izetta... obrigado anbient.
 #3
Anime é coisa de viado irmão, nem assisto kkkk

Nem adianta fazer top por temporada, se eu finalizei 5 animes esse ano foi muito

1º: Kizumonogatari 2
2º: Kizumonogatari 1
3º: Durarara
4º: Bruxinha Voadora
5º: Sakamoto
6º: Kiznaiver

Desses 6, só finalizei realmente os filmes de Kizu.
 #4
Ok vamos lá. Depois de colocar no papel os animes do ano, eu vejo como esse ano foi bem ruinzinho ein...





Janeiro/Winter:

1. Mahou Tsukai Precure (~7/10)
2. Ao no Kanata no Four Rhythm (4/10)
3. Musaigen no Phantom World (3/10)
4. Nurse Witch Komugi-chan R (3/10)

Começamos o ano com uma temporada muito... diversa.
Tivemos Phantom World salvando os animes KyoAni finds a way, mas que no final das contas deu uma guinada oposta ao da LN e me deixou meio assim...
Ao no Kanata no Four Rhythm foi um ENORME FLASHBACK pra febre de adaptação de VN do mid-2000, e eles conseguiram pegar o lado ruim das adaptações de VN e juntar com o lado ruim de animes de esporte. O que acabou salvando foi a boa animação e os personagens mais ou menos legais.
Precure estava bem devagar no começo e ainda tivemos muitos problemas com questão de fansubs, mas usou bem a característica de long-run que tem pra desenvolver bastante a trama e os personagens.
E Komugi-chan foi um erro.





Abril/Spring:

1. Sakamoto Desu Ga? (9/10)
2. JoJo's Bizarre Adventure: Diamond is Unbreakable (7/10)
3. Netoge no Yome wa Onnanoko ja nai to omotta? (7/10)
4. Sailor Moon Crystal Death busters arc (5/10)
5. Gakusen Toshi Asterisk 2nd (4/10)

Entramos em abril com uma temporada muito mais forte do que a do começo do ano. Normal, Janeiro é sempre devagar mesmo.
O meu garoto Sakamoto é bom demais para esse mundo. Foi uma surpresa extremamente agradável pra mim. Realmente não estava esperando uma comédia tão boa, vindo de uma primeira impressão bem negativa.
A parte 4 de JoJo pode não ser minha predileta, e tem um padrão bem baixo para sua franquia, mas mesmo assim foi sólida o bastante pra superar a maioria das coisas.
Netoge foi divertidíssimo em diversos aspectos, mas por ser algo extremamente de nicho, e que acabou caindo em desuso rápido demais (diferente de Sakamoto, que conseguiu insistir na mesma piada por 13 episódios e não ficou chato), não ficou mais alto.
Sailor Moon voltou com tudo, tendo uma animação mil vezes melhor e uma trama menos ruim do que da primeira temporada. Mesmo assim, passou bem longe do que eu esperava de um clássico.
E Asterisk 2... Acho que é o mesmo caso de Sailor Moon: Mil vezes melhor que a primeira temporada? Sim. Mas mil vezes quase nada ainda é pouco.





Julho/Summer:

1. New Game! (8/10)
2. Fate/Keleid liner prisma illya 3rei!! (3/10)
3. Orange (3/10)

Em julho foi quando comecei a perceber que a merda tava grande.
New Game! acabou sendo um show totalmente fora da minha zona de conforto (ok nem tanto, mas o suficiente) e que conseguiu me conquistar. Acredito que isso foi fortemente influenciado pelo mal momento que eu tava passando na vida, onde toda a "normalidade" (de novo, nem tanto, mas o suficiente) fez um bem pra minha alma.
Fate/ilha foi outro erro, mas pelo menos era bem animado.
Já Orange, foi um erro mal animado.





Outubro/Fall:

1. Nanbaka (~6/10?)
2. Soushin Shoujo Matoi (~5/10?)

Chegou o final do ano e a gente já tava como? É...
Eu não cheguei nem na metade desses animes direito, e olha que eles são tipo metade do que eu queria ver mesmo. Acabei LARGANDO MÃO de Keijo!!!!!!!! e Girlish Number, mesmo achando que ia gostar muito mais deles.
Nanbaka tem um tipo de comédia retardado-mas-nem-tanto, que tenta apelar pros dois lados do espectro e não força pra nenhum dos dois. Mas mesmo assim, conseguiu criar um ambiente divertido o bastante.
E minha opinião sobre Soushin Shoujo Matoi continua exatamente a mesma: Eles não sabem pra quem eles querem que esse show seja. Seria muito bom, AOTY-material, se não fosse os espasmos totalmente desnecessários de softporn.





2016:

1. Sakamoto Desu Ga?
2. New Game!
3. Mahou Tsukai Precure
4. JoJo's Bizarre Adventure: Diamond is Unbreakable
5. Netoge no Yome wa Onnanoko ja nai to omotta?

Diria que 2016 foi um ano fraco para os animes, com muita pandemia e muito hype desnecessário. Também teve o problema de eu simplesmente não ter tido saco, paciência e principalmente TEMPO de assistir mais coisas. Esse ano com certeza foi o que eu menos assisti coisas, desde que eu comecei a assistir animes da temporada.
Mas ao mesmo tempo, as coisas boas que saíram foram MUITO BOAS. Sakamoto é uma das minhas comédias prediletas de todos os tempos, posso até dizer que talvez seja A melhor. New Game! teve a melhor animação e Character Design do ano. Esse Precure foi divertido em seus episódicos e JoJo conseguiu algo semelhante. Netoge também é provavelmente o melhor anime "de jogo" que eu já vi.
Resumindo: 2016 foi um ano de extremos. Teve poucos "meio-termos". Infelizmente, o extremo que predominou foi o ruim.

@edit

Terminei Nanbaka agora. Foda pra caralho.
8/10

fica em 2º lugar, acima de New Game! e JoJo:

1. Sakamoto Desu Ga?
2. Nanbaka
3. New Game!
4. Mahou Tsukai Precure
5. JoJo's Bizarre Adventure: Diamond is Unbreakable
6. Netoge no Yome wa Onnanoko ja nai to omotta?


 #5
Bom, dos animes que assisti ao longo do ano, rankeio cinco:

1°: JoJo's Bizarre Adventure: Diamond is Unbreakable, claro. A David Production tornou o anime algo melhor que o mangá, e essa é uma das partes que eu mais gosto, então ficou perfeito. Curto muito o desenrolar de toda essa parte, o clima meio Scooby-Doo, a equipe fantástica de personagens (com um JoJo bem divertido), e um dos antagonistas mais fodas da história da série. Somado a isso, a animação estava ótima, a trilha sonora é soberba e todos os elogios possíveis. DP nunca decepciona.

2°: Onara Gorou. Apesar de não ter sido totalmente traduzido (por enquanto), Onara Gorou foi a série de curtas (dentre outros como Bananya, Nyanbo, Sengoku Choujuu Giga e Kanojo to Kanojo no Neko: Everything Flows) que mais me agradou. Um humor extremamente imprevisível, com situações muito cômicas típicas do autor, e desenvolvimento de personagens melhor que muito shoujo. Surpresa mais agradável do ano, uma verdadeira lufada de ar fresco.

3°: Digimon Adventure Tri, tanto a segunda quanto a terceira parte. Tô amando voltar ao mundo dos Digimons, e o desenrolar da história está super me agradando. Apesar de ter achado o segundo capítulo meio enrolado, o terceiro compensou bastante com muitos feels pra quem é fã, e essa trama mais adulta está sendo um deleite incrível de se acompanhar. Mega ansioso pelos próximos capítulos.

4°: 91 Days. Foi uma baita história envolvente, bem realística e densa, com uma animação lindona e cenas memoráveis. A trama prendeu bastante a atenção, e eu ter deixado acumular alguns episódios para assistir tudo de uma vez ajudou ainda mais a criar uma opinião positiva. Foi uma grata surpresa do ano.

5°: Yuri!!! on Ice foi o anime que quebrou alguns preconceitos meus, especialmente com animes e mangás de esporte. Graças a ele, agora estou acompanhando Slam Dunk da Panini. A história foi super gostosa de acompanhar, com todos seus baits de yaoi o tempo todo, e os dramas bem humanos e realistas foram muito bem retratados. Teve momentos extremamente empolgantes, uma trilha sonora foda, personagens carismáticos, etc etc. Foi muito bom.

Deixo uma menção honrosa para Mob Psycho 100, que também foi uma agradável surpresa, e Planetarian ~Chiisana Hoshi no Yume~, anime curtinho que entregou uma história bem legal também.
 #6
Esse ano foi caótico para mim (obrigado aí governo) e acabei não vendo nem a metade do que queria, tanto atuais como os dos anos anteriores. Espero que ano que vem seja melhor porque meu backlog já tá muito grande.

Meu TOP 20 desse ano:
  1. Natsume Yuujinchou Go 
  2. Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu
  3. JoJo no Kimyou na Bouken: Diamond wa Kudakenai
  4. Haikyuu!!: Karasuno Koukou VS Shiratorizawa Gakuen Koukou 
  5. Mob Psycho 100
  6. Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu 
  7. Boku dake ga Inai Machi
  8. Persona 3 the Movie 4: Winter of Rebirth
  9. Saiki Kusuo no Ψ-nan (TV)
  10. Sakamoto desu ga?
  11. Kizumonogatari I: Tekketsu-hen
  12. Boku no Hero Academia
  13. Kono Subarashii Sekai ni Shukufuku wo! 
  14. Koutetsujou no Kabaneri
  15. Drifters
  16. Shokugeki no Souma: Ni no Sara
  17. Kiznaiver 
  18. Flip Flappers
  19. Nejimaki Seirei Senki: Tenkyou no Alderamin 
  20. Tamayura: Sotsugyou Shashin Part 4 - Ashita
- Natsume levou o caneco porque além de eu já gostar muito da série por padrão, foi uma temporada consistente com ótimas histórias, passados explorados e um conflito interessante. A única falha foi terem escolhido uma história fraca para o último episódio. E para a minha alegria a sexta temporada já tá vindo ano que vem.

- Gostei muito desse último filme do Persona 3. Foi expandido de uma forma criativa, as lutas foram bem legais, a animação foi linda e teve algumas cenas memoráveis. Soma-se a isso o fato de eu gostar muito do jogo do P3, mesmo que o P2 seja o meu favorito da franquia.

- Mesmo já lendo o mangá, dei altas risadas com o anime de Saiki Kusuo no Ψ-nan. O anime não preza pelo primor técnico, mas compensa em captar muito bem o espírito do mangá. Ele também é totalmente fiel a obra original. A química do Saiki sendo aquele cara seco que quer se livrar dos problemas e acaba tendo cada vez mais pessoas estranhas se aproximando dele para acabar com seu cotidiano. Eu rir demais no mangá com o Saiki sendo o "responsável" pela lógica dos mangás e ri de novo com ele sendo dos animes. Não é à toa que ganhou apelido de Anime God.  O anime não vendeu muito e não ajudou o mangá a subir as vendas, fato que foi feito de piada pelo próprio autor do mangá na TOC da Jump kkkk. Mesmo assim ele conseguiu uma segunda temporada, o que me deixou bem contente. É um anime que recomendo demais para o @Best, porque parece ser o humor que ele gosta muito.

 - Flip Flappers foi um anime interessante onde os produtores exploraram estilos variados. Graças a isso tivemos momentos de baixa e alta. O plot twist na segunda metade foi maneiro e deu um gás novo para a parte final. A parte técnica foi o grande destaque, mais especificamente a animação fluída e bonita. E de quebra ainda tivemos uma paródia de Choushinsei Flashman. Nem nos meus sonhos mais radicais imaginei que um dia veria em um anime atual uma paródia do meu sentai favorito dos anos 80 e de quando era uma criança kkk. Foi um ato bacana pois Flashman fez 30 anos esse ano.
 #7
1. Love Live
2. Love Live S2
3. Love Live Movie
4. Love Live Sunshine
 #8
Winter 2016 eu vi quase nada, mas igualmente, eu vi bastante coisa...
Eu pretendo atualizar essa joça aqui ainda essa semana, então quem quiser ler e criticar meus ligeiros comentários, visite o tópico novamente.
Menção honrosa para Dimension W porque foi interessante demais.
Menção horrorosa para Kono Suba porque só teve um episódio bom.

Spoiler:  
De tudo de bom que teve na temporada de Spring 2016, eu apenas me interessei por estes:
  • Bishoujo Senshi Sailor Moon: Cristal - Death Busters-hen
  • Bungou Stray Dogs
  • Gyakuten Saiban: Sono "Shinjitsu", Igi Ari!
  • JoJo no Kimyou na Bouken: Diamond wa Kudakenai
  • Joker Game
  • Kiznaiver
  • Re: Zero Kara Hajimeru Isekai Seikatsu
  • TERRA FORMARS REVENGE
  • Yu-Gi-Oh!: The Dark Side of Dimensions
  • BROTHERHOOD FINAL FANTASY XV

Aqueles que estão com a cor mais clara/destacados foram os que eu assisti.

Spoiler:  
Um dos motivos de não ter assistido Sailor Moon foi o fato de eu não ter terminado a segunda temporada antes, faltam ainda cerca de 8 episódios que já estão baixados, mas me falta interesse para continuá-lo. Eu já havia assistido todas as temporadas anteriores da velha guarda e já li o mangá, que me foi emprestado.

Bungou é um interesse artístico que não vi por falta de tempo.

Phoenix Wright é amorzinho, eu queria muito saber como fariam uma adaptação e me joguei mesmo, até trouxe pessoas comigo para ver se teriam interesse em jogar os jogos posteriormente, entretanto, a maioria não gostou tanto do que viu, mesmo eu achando diferente, engraçado e algumas vezes bem errôneo ao conteúdo original dos jogos. Eu não diria que gostei, mas quero mais.

JoJo é vida.
Vi apenas pelo Koichi, Sheer Heart Attack e possíveis dicas sobre Parte 5 virar anime, Giorno é vida.

Joker Game e Kiznaiver são também interesses artísticos que não vi por falta de tempo.

Re:Zero eu assisti bem depois do Hype, como até mesmo os animes acima. Eu geralmente começo a assistir quando já existem pelo menos 7 episódios no ar, para eu ter conteúdo bom para ver ou mostrar para alguém. Os rumores eram bons, então assisti e, diferente de qualquer coisa que os outros pensem, para mim ele é interessante, em muitos pontos de vistas, como já havia dito no tópico específico sobre Re:Zero.

Terraformars eu gostei do OVA/Anime, a primeira temporada foi ligeiramente estranha, mas acabei nem vendo a segunda.

Yu-Gi-Oh! eu verei quando Aura/Hatty decidirem voltar a ver, nós estavamos assistindo, já que ambos não viram.
Eu já assisti o clássico com Yugi, GX com Jaden e 5D's com o maravilhoso Yusei, mas acabei dropando a partir do Zexal, na segunda temp.

Brotherhood FFXV foi bonitinho, e já que eu não posso jogar o jogo até agora, já que não tenho um PS4, assisti gameplays e realmente toda a história por trás é boa.

Spoiler:  
De tudo de bom que teve na temporada de Summer 2016, eu apenas me interessei por estes:
  • DANGANRONPA 3: The End of Kibougamine Gakuen - Mirai-Hen
  • DANGANRONPA 3: The End of Kibougamine Gakuen - Zetsubou-hen
  • Fate/kaleid liner PRISMA?ILLYA 3rei!!
  • Love Live! Sunshine!!
  • orange
  • Tales of Zestiria the X
  • Accel World: INFINITE8BURST
  • Digimon Adventure tri. 3: Kokuhaku
  • Kimi no Na wa.
  • KINGSGLAIVE FINAL FANTASY XV
  • Koe no Katachi
  • PERSONA5 THE ANIMATION: THE DAY BREAKERS

Aqueles que estão com a cor mais clara/destacados foram os que eu assisti.

Spoiler:  
Me recomendaram não ver os Dangans pelo fato de eu não ter jogado o segundo jogo, então não vi.

Illya é mágico, é lindo, é sedução. Para um leitor lolicon, que acompanha o mangá desde que soube que era a Illya a principal, até pensei que só eu daqui tinha ela de servo em F/GO.

Nessa época eu estava vendo o primeiro Love Live ainda, agora que já acabei, já posso ver o novo.

Eu não pretendia ver orange, mas já que o mangá foi lançado aqui e vi que pessoas da universidade estavam lendo, resolvi olhar, mas infelizmente já vi melhores.

Todos os Tales eu verei, já que é minha franquia favorita, eu já tinha terminado o jogo desde quando lançaram aqui no ocidente, então decidi conferir e aproveitar a maravilha visual. Sua história está bem diferente, parece que estão corrigindo detalhes que eles deixaram no jogo pois fariam mais sentido ou dariam alguma sensação de gameplay.

Accel World é melhor que SAO, sem dúvidas, mas não procurei por este filme ainda.

Como fã de Digimon, este eu estou acompanhando sem nem esperar, quanto mais TK eu vejo, mais eu amoleço e imagino ele com a Kari. Eu queria mesmo era que Willis aparecesse.

Kimi no Na Wa e Koe no Katachi são filmes que pretendo ver ainda, principalmente Koe no Katachi que é um mangá muito bom mesmo, ele que me deu vontade de aprender Libras.

Kingslaive e Persona 5 foram filmes que acabei vendo já que receberam bastante Hype comparado aos outros dois acima, foram interessantes.

Spoiler:  
De tudo de bom que teve na temporada de Fall 2016, eu apenas me interessei por estes:
  • BUNGOU STRAY DOGS 2
  • Digimon Universe: App Monsters
  • KEIJO!!!!!!!!
  • Lostorage incited WIXOSS
  • Nanbaka
  • Occultic;Nine
  • Shuumatsu no Izetta
  • Touken Ranbu: Hanamaru
  • Watashi ga Motete Dousunda
  • WWW - WORKING!!
  • Yuri!!! on ICE
  • Ao Oni: The Animation
  • Gakuen Handsome
  • Fate/Grand Order -First Order-
  • Pokemon Generations
  • Trick or Alice

Aqueles que estão com a cor mais clara/destacados foram os que eu assisti.

Spoiler:  
BUNGOU eu não pude ver já que não vi a temporada passada.

Enquanto os filmes do Digimon Tri estou perseguindo fervorosamente, App Monster parece trazer uma ideia ligeiramente inteligente para o mundo moderno, eu realmente quero confirmar com minha própria consciência, visão e alma se está legal.

Por incrível que pareça, eu só vi KEIJO!!!!!!!! no final do ano. Eu realmente esperei demais, como eu disse em Re:Zero, e acabou que eu assisti quando já tinham pelo menos 10 episódios lançados. É tosco, estranho e divertido. Keijo Tokyo 2020.

WIXOSS é divino, eu queria poder jogá-lo pessoalmente mais. É uma história original que tá dando muito certo e essa, em particular, é ainda mais original pois o anime de origem (Selector) havia se concluído separadamente.

Nanbaka parece engraçado, tanto é que foi o único anime que eu vi pessoas da universidade assistindo enquanto filavam aula.

Occultic é um interesse artístico que não vi por falta de tempo.

A partir do momento que joguei Valkyria Chronicles, eu me joguei em histórias de guerra que comumente não via, Izetta parece uma mistureba super interessante de vários padrões que gosto.

Touken Ranbu é uma recomendação de uma amiga da universidade, ela geralmente está sempre jogando o jogo de Browser próxima a mim, mas é um interesse artístico no mínimo pois tem designs masculinos bem viiiiiiinhaaaaaaaaadoooooooooons.

Me faltam comédias puras e Watashi ga Motete Dousunda parece ser muito engraçado.

Eu não assisti nada de Working após a segunda temporada, sinto saudades.

No meu facebook só aparece postagens sobre Yuri até hoje, acho que vi o anime por osmose sem nem querer, eu tenho todos os animes de esporte envolvendo homens nway...
Preciso assistir Capeta.

Ao Oni é um pequeno interesse já que pode ajudar outros games de RPG Maker ganharem alguma outra mídia. Gakuen lembra muito Senpai Club, o projeto do canal makebabi.es no youtube.

Aura me trouxe até FGO durante o evento de Shiki, agora que este OVA lançou e vários animes foram anunciados, Bazett está cada vez mais perto. HA é praticamente a única coisa oficial que falta ser anunciada. Achei legal o OVA já que posso entender a história agora, e provavelmente será a última vez que poderão usar o fanservice EMIYA Archer vs CU Lancer.

Eu até comecei a ver PokeGen para entender realmente o que era, é uma boa proposta enquanto Ash continua vivo.

Alice é um interesse artístico que não vi por falta de tempo.

Kiss wii-u naí bá eu e Aura estamos assistindo e está estranhamente bom.

Mais detalhes sintam-se livre para mandar MP ou comentar comigo em outro lugar.
 #9
Da até vergonha de postar, porque 2016 foi o ano que eu menos vi anime.
Mas mesmo assim vou tentar.


Winter:
  • Musaigen no Phantom World
    Provavelmente o anime mais bonito que eu assisti em 2016? Talvez.
    Foi muito bem animado, teve ótimos personagens pelo que eu me lembre, na verdade eu só lembro mesmo da Reina que foi puro amorzinho.

    Spoiler:  
    [Imagem: Mh8fExX.jpg][Imagem: KZjdn1o.jpg][Imagem: ZLFe05o.jpg][Imagem: DrwW0vX.jpg][Imagem: N2Gf3iJ.jpg][Imagem: SIcBBaH.jpg]

    Não lembro de muita coisa, mas foi divertido de assistir.
  • Boku Dake ga Inai Machi
    Esse anime foi apenas hype, no começo ta tudo muito legal cheio de mistério e o caralho. Chegou na metade do anime, eu já tinha resolvido toda a trama (só o final que foi meio diferente do que eu previ). Depois disso eu só assisti pra confirmar se eu tinha acertado mesmo.
    Teve cenas emocionantes, mas não valeu todo aquele hype.
  • Gate
    Gate foi tão perfeito que eu não atrasei 1 episodio.
  • Hai to Gensou no Grimgar
    Esse na minha opinião foi a surpresa da temporada, eu não esperava porra nenhuma desse anime. Achei que fosse só mais um anime de mmo generico. E realmente era um anime de mmo, mas foi totalmente diferente dos outros, foi mais realista(?) por assim dizer, gostei muito.
  • Kono Subarashii
    Esse anime só foi bom por causa da Megumin, e tem uma ou outra cena engraçada.
    De resto é bem ruinzinho.

Melhor da temporada de Janeiro: Gate 10/10


Spring:
  • Boku no Hero
    Well, achei divertido esse... porém dava pra ter sido melhor, acho que não souberam aproveitar muito bem a historia. Mas é um shounen, e teve umas porrada boa então ta ok.
  • Re:zero
    Esse anime eu gostei pra caralho, mas ele é meio complicado. O começo foi muito bom, ai chegou lá pro episodio 12 a qualidade caiu muitooo o MC que eu achava fodão, se tornou o cara mais chato do mundo e eu queria mata-lo e depois me matar, mas lá pro episodio 16 o negocio voltou a ficar bom e só melhorou. Porém o problema desse anime é que as explicações de como as coisas funcionam são uma merda, até hoje eu não entendi como o poder do MC funciona.
    Mas que se foda, o destaque aqui foi a Rem a maid mais fofa da temporada ou se não do ano. vale muito apena assistir por ela.

Melhor da temporada de Abril: Re:zero 7/10 (óbvio)


Summer:
  • ReLIFE
    O anime que lançou todos os episódios de uma vez, deviam começar a seguir o exemplo dele :'D.
    Enfim, se eu não me engano eu dei 10 pra esse anime. Lembro que me diverti muito assistindo, os personagens eram bem maduros, tinham atitude, sem mimimi e tals. O final que vacilou, porque me deixou com vontade de assistir mais.
  • Nejimaki Seirei
    Lembro que quando assisti esse anime, eu só queria ver sangue e violência, e foi exatamente o que ele me deu. E como bônus veio uma best girl e uma protagonista foda super inteligente e faz altas estratégias.
    Então sim, eu gostei desse anime pra caralho.
  • 91 Days
    O que dizer desse anime que era cheio de surpresa?
    Os personagens foram muito bem aproveitados, e desenvolveram eles muito bem ao decorrer da história. O cenário e as trilhas sonoras ficaram perfeitas também.
    Nem lembro qual foi a ultima vez que eu assisti um anime do genero.. eu só sei que esse valeu todo meu tempo. Sem contar que tbm teve toda aquela violência que eu procurava.
  • Mob Psycho 100
    Cara Mob psycho foi bom, teve muita porrada e ainda era engraçado demais. O Reigen conseguiu ser o cara mais foda do anime mesmo n sendo o fodão. Foi genial vai.
    Além de ter muita porrada e comedia, ainda conseguiram encaixar uma historinha legal entre o mob e o irmão dele. Foi legal.

Melhor da temporada de Julho: ReLIFE 10/10 (Foi dificil escolher um)


Fall:

Infelizmente esse temporada de outubro foi uma decepção pra mim. Não peguei nada pra assistir.

MELHOR DO ANO
Spoiler:  
GATE DE NOVO, DOIS ANOS SEGUIDOS PORQUE SIM
 

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes