Nasuverse


Páginas (7): « Anterior 1 ... 3 4 5 6 7
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
97 respostas neste tópico
 #91
(26/03/2017, 03:24)Best Escreveu: Mas algo a ser pensado é a quantidade de filmes de anime que estão vindo pros cinemas ocidentais. Posso citar "Your Name" e "Sword art Online Ordinal Scale", que além de terem dados as caras nas telonas ocidentais, ganharam um BOM dinheiro por aqui.
Não acho que isso vai acontecer com HF, mas existe a possibilidade, né.[/b]

Considerando o conteúdo e como KnK foi retratado, eu acho impossivel ir no cinema americano...acho. Eu ao menos não quero um release num cinema americano, senão vai ter SJWs enchendo o saco.

Mas bem, tudo isso depende do que vão decidir na Type Moon, pq no final, assim como você falou, tem diversos animes de temporada que já aparecem netflix (muito poucos, though). Apesar que isso é wishfull thinking.
Responder
 #92
le flood gg

Deixar isso aqui.

Spoiler: ibagens  
[Imagem: UDevBWe.jpg]
[Imagem: eC5AAbM.jpg]
[Imagem: OiblvA3.jpg]
Responder
 #93
Claramente fake
Responder
 #94
ora ora vejam só, parece que fate zero não é tão cannon assim neh Kyuubey

https://www.facebook.com/353606735347/ph...=3&theater

e o circo está cada vez mais confuso -.-

#SeFodeAewKiritsugu
Responder
 #95
Pergunta legítima pros manjadores do nasuverso, sobre o "final" de Fate Apocrypha.

Sei que o anime ainda não acabou e talvez eles me expliquem antes de acabar, mas vou perguntar anyway

f/a
Spoiler:  
como diabos "materializar a alma de toda a humanidade" ajuda a salvá-la? o Amakusa é doido
Responder
 #96
Não quero entrar em muitos detalhes quanto ao que diz respeito a religião pra não acabar falando besteira, já que não sou nenhum especialista, mas consigo te dar uma ideia.

Essa historia de "materializar a alma salva a humanidade" não é uma coisa que o Nasu inventou, esse conceito está presente numa grande quantidade de religiões incluindo boa parte das vertentes do cristianismo. O que o Heavens Feel faria na pratica se fosse usado na humanidade inteira é criar um pseudo-paraíso, AKA um lugar que tem um FEELing de paraíso. Uma realidade onde todas as almas eternas se mantém eternas e materializadas por um tempo que torna o conceito de tempo irrelevante. Vou dar o exemplo do catolicismo por ser o que sou mais familiar com (Ressalto que não tenho absoluta certeza do que estou falando mas conferi rapidamente na wikipedia e pareço estar certo pelo menos ao que se refere ao catolicismo): O catolicismo diz que certo dia Jesus Cristo voltará e fará >da Terra< o Paraíso. Paraíso e Céu são coisas diferentes no catolicismo sendo o céu o lugar onde reside Deus e as pessoas que realmente merecem estar próximo dele. No dia do juízo final os homens que forem bons (e já não tiverem um lugar reservado no céu) serão lavados ao paraíso e lá viverão até que alcancem um nível de iluminação que os garanta lugar no céu. A parte importante dessa historia é: O paraíso tanto da época do Jardim do Eden quanto o novo depois do Juízo Final não é um plano alternativo como o céu e sim uma Utopia na Terra onde ninguém morre e tem a oportunidade de ser feliz eternamente.

Toda essa questão tem um problema no entanto, problema esse que tem desculpa nos conceitos religiosos mas não no plano do Amakusa. A descrição do paraíso não envolve fazer as pessoas terem uma epifania que as torna santos. Adão teve tudo que precisava no paraíso mas não tudo que desejou e isso o levou a pecar. A sua dúvida vem da seguinte questão, imagino eu, pessoas com alma materializada, com vida eterna ou não, continuam sendo pessoas. E pessoas são más, pessoas geram conflitos, pessoas são pecadoras. Quando esse conceito aparece nas religiões ele sempre se limita às pessoas boas. Apenas aqueles que fizeram o bem em vida tem direito a entrar no paraíso e isso não é atoa. Imagine ter eternamente na Terra de maneira imortal pessoas que mereciam estar no inferno, pessoas que passarão a eternidade tentando causar o mal ao próximo. E é ai que o Amakuza diverge da própria religião que ele segue. O Amakuza deixa claro que quer salvar TODOS. Não só os bons, não só os merecedores, ele quer salvar todos. A Utopia do paraíso religioso é fácil de entrar na cabeça (na minha pelo menos) visto que num mundo onde só as pessoas boas residem a chance de realmente ser um lugar de felicidade é alta. A Utopia do Amakuza é na verdade uma Distopia, ao salvar todos ele não estará salvando ninguém. Ao salvar todos ele estará criando um mundo de tortura tanto para os bons quanto para os maus.

PS: No Nasuverse, diferente do catolicismo, a lei que rege o "manejamento" de almas é a reincarnação. As almas vão e voltam de Akasha. O que o Heavens Feel faz na pratica é impedir que a alma de uma pessoa volte pra Akasha e ao mesmo tempo permitir que ela continue interagindo com o mundo material. Pq simplesmente não voltar pra Akasha é fácil, tem fantasma pra caramba no Nasuverse. Difícil é ser uma alma imortal que não pode nem mesmo ser exorcizada e que interage com o material da mesma maneira que um ser material, como um humano, interage. Tem uns outros detalhes tb tipo usar o HF te dar uns poderes mágicos irados mas ai isso é outra historia.

Respondendo a pergunta propriamente dita:

Na religião a materialização da alma da humanidade, quando com acréscimo da exclusão das pessoas ruins, é salvação por garantir uma vida eterna e feliz num mundo onde só há coisas boas.

No caso do Amakuza ele na pratica não está salvando ninguém. É, mais uma vez, o Nasu explorando a ideia que nem com o cálice da pra salvar todos. É o tema central de Fate/Zero e bem, as religiões da historia da humanidade parecem concordar. Ou você salva um grupo ou outro, não existe salvação para todos. O mero conceito de "salvar" envolve deixar um lado sem o que quer.

A Joana em Apocrypha aparece justamente pra tentar provar esse ponto. No episódio da Jack a Joana mostra pra Atalanta que nem todos podem ser salvos. Joana esta lá pra reafirmar a posição pregada pela religião dela e que o Amakuza está ignorando.

TL;DR: Sim, o Amakuza é maluco.
Responder
 #97
Então quer dizer que, basicamente, minha confusão foi por não conhecer uma parte da mitologia judaica-cristã sobre o "conceito" de materializar almas pra salvar pessoas.

Mas porra, "materializar almas" é um bagulho bizarro por si só, mesmo agora que eu conheço o conceito.
É materializar LITERALMENTE ou é só uma metáfora? Pq tipo, se tu for MATERIALIZAR LITERALMENTE almas de pessoas, tu vai ter q ter um galpão bem grande pra guardar almas, saca?

E apesar de ter entendido a ideia principal, eu não entendi o conceito por trás dela.
Ok pessoas tem almas e se eu impedir elas de voltarem pra Akasha, elas são essencialmente imortais.
Mas... Se considerarmos que a alma é apenas a "essência" da pessoa, prender eternamente as almas delas na Terra não tornaria elas imortais. O corpo das pessoas continuaria perecendo e morreria eventualmente. O que aconteceria é que teríamos, eventualmente, sete bilhões de fantasmas presos à terra.

O Amakusa ficou falando várias e várias vezes que isso faria com que as pessoas perdessem os sentimentos ruins delas mas continuariam podendo sentir alegria e felicidade. Isso não faz sentido nenhum pra mim.

Se for isso que eu entendi mesmo, o Amakusa passou a vida inteira dela + 60 anos extras na segunda vida pensando num plano... Que em dez minutos após conhecer a teoria eu consegui refutar e mostrar a maior e óbvia falha dele?
pqp
Responder
 #98
Não é literalmente e também não tem corpo. A parte de "materializar" da historia é só pra dizer que a alma pode interagir com o mundo material. Se parte do princípio também que quando a pessoa for usar o HF ela vai largar o corpo e ficar só com a alma já que não tem mais necessidade pro corpo. Seriam 7 bilhões de fantasmas desde o momento que a HF fosse ativada. Foi assim que a magia foi feita pra ser usada a princípio. A princípio. Falar mais que isso é spoiler. inb4: Se tu não falasse que é spoiler não seria spoiler.

Citar:O Amakusa ficou falando várias e várias vezes que isso faria com que as pessoas perdessem os sentimentos ruins delas mas continuariam podendo sentir alegria e felicidade. Isso não faz sentido nenhum pra mim.

Bem, pra mim também não faz mas nem tudo que uma pessoa acredita precisa fazer sentido. O Amakuza realmente acredita nisso e ele não precisa de lógica pra ser capaz de acreditar. Não estou querendo dizer que ele está certo ou errado em acreditar em algo ilógico mas é um fato pertinente inclusive na nossa realidade.

Citar:Se for isso que eu entendi mesmo, o Amakusa passou a vida inteira dela + 60 anos extras na segunda vida pensando num plano... Que em dez minutos após conhecer a teoria eu consegui refutar e mostrar a maior e óbvia falha dele?
pqp

Pergunta séria: Você nunca teve esse sentimento ao conhecer a mitologia de alguma religião milenar? A humanidade passou milhares de anos aperfeiçoando suas religiões e ainda assim, para mim, em alguns casos, eu não tenho dificuldade de refutar algo que foi elaborado ao longo de 2500 anos em 10 minutos. O Amakuza aparece nessa historia pra representar justamente isso. Ele tem um plano perfeito, um guia que se todos seguirem serão felizes, mas isso é tudo baseado nas crenças dele. Crenças que não necessariamente estão erradas mas também não necessariamente estão certas.
Responder
Páginas (7): « Anterior 1 ... 3 4 5 6 7

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes