Shingeki no Bahamut: Virgin Soul


Tópico em 'Temporada Finalizada' criado por martec em 27/03/2016, 07:23.
Páginas (2): 1 2 Próximo »
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
21 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: IQYgaK2.jpg]

Título: Shingeki no Bahamut: Virgin Soul
Título alternativo: Sinônimo: Rage of Bahamut: Virgin Soul | Japonês: 神撃のバハムート VIRGIN SOUL | Abreviatura: -
Formato: Série de TV
Gênero: -
Obra original: Social Card Game
Público alvo da obra original: Male
Editora (Label): Cygames
Escrito por: -
Site oficial: http://shingekinobahamut-virginsoul.jp/
Estúdio: MAPPA (Sakamichi no Apollon, Teekyuu)
Diretor: Keiichi Satou (Tiger & Bunny)
Supervisor do script: -
Character Design: Naoyuki Onda (Blassreiter, Ergo Proxy)
Data de estréia: -
Maiores informações: [MyAnimeList | AnimeNewsNetwork | AniDB]

Sinopse ANN:  Two thousand years ago, the black-and-silver-winged dragon, Bahamut, terrorized the magical land of Mistarcia. The humans, god, and demons that inhabited the land united forces against the fiend and sealed its power into a key which was split in two, one half protected by gods and the other protected by demons. Now, Mistarcia is a peaceful realm – until a human woman steals the god's half of the key.
Responder
 #2
Aeeeeew! Hype porra!

Eu não fui muito com a cara dessa guria (que aparentemente é a nova protagonista), mas eu tbm n tinha ido com a da 1a temp, então tudo bem por enquanto né?

Essa série se passará 10 anos depois de GENESIS, e vários personagens da primeira temporada apareceram no pv1 (abaixo), incluindo nossos heróis Kaiser e FAVAROOOOOOOOOOOOOOOO!



Lembrando que também vamos ter outro anime de SnB, que vai ser meio que um spin-off, e vai tratar de uma escola de magia ou algo do tipo. Não acho que veremos os personagens da série principal por lá.

De qualquer maneira, espero que tenha uma op orsque pesadão bem loka torcendo a barra modo turbo 200% mad, igual Genesis teve. E se o anime for 10% do que Genesis foi, já será bom.
Responder
 #3
Outro Preview:



estou muito empolgado!
Parece que vamos ter algo bem bom, no mesmo nível da primeira temporada ein?
Responder
 #4
Terceira Preview:



Spoiler: Key Visual  

[Imagem: DxZIcua.jpg]

Lembrando que estreia dia 7 de abril

Esse anime vai ser topperson demais pqp
Responder
 #5
Raiva do Bahamut: Alma Virgem 1

Viveu às minhas expectativas. E isso já é bom o bastante.

O primeiro episódio foi uma boa introdução. Serviu muito bem pra situar o expectador no 'novo mundo' que surgiu e cresceu nesses 10 anos que se passaram depois do retorno do Bahamut.

Gostei de como alocaram os personagens já conhecidos de Genesis, na nova trama. Fizeram de uma forma sutil o bastante para não espantar "newcomers" (já falo disso), e que agrada quem assistiu a primeira série.

Justamente falando sobre a conectividade das duas obras... Eles mesmo não estão chamando-a de "Segunda temporada". Apenas mudaram o subtítulo (de "Genesis" para "Virgin Soul"), como que pra indicar ser uma obra independente.
Eu diria que segue o mesmo tratamento de Fate/. Fate/Zero e Fate/Stay Night tem apenas o "subtítulo" de diferente, mas são histórias que se passam no mesmo universo e possuem personagens em comum.
Imagino que eles estejam querendo criar um universo 'cinematográfico' (ou seja lá qual é o equivalente de 'anime' pra isso) em volta de Shingeki no Bahamut. É um universo interessante e que com certeza tem potencial pra isso.

Sobre os aspectos novos dessa temporada:
- A trilha sonora continua intensa e cativante, apesar de ainda não termos a opening, estou torcendo pra que seja, de novo, um ROSQUE PORRA.
- A nova protagonista, Nino, é uma personagem super carismática. Mas ela tem um tipo de carisma diferente do carisma do Favaro, por exemplo. Ela é extremamente 'boba', e todos os aspectos dela (incluindo as roupas) passam bastante esse aspecto de 'boba'.
- Humanos absolutely putaços 300% mad entortando a barra modo turbo? Vamos ver onde isso vai dar. Spoiler: Vai dar merda.
- Animação da MAPPA está ainda melhor do que antes. É cada cena de ação com ângulos e jogadas de câmera sensacionais. Aposto que foi um orgasmo pro pessoal do "sakuga".
- Mas isso veio com um preço: MUITO 3DCG. Puta merda, esse é o único ponto negativo dessa temporada. 3DCG até cair o cu da bunda. Achei exagerado e bem feio. Só alguns que ficaram razoáveis.

De modo geral, foi uma ótima estréia, e promete ser tão bom quando Genesis foi.
Começa com 8/10.
Responder
 #6
Raiva dos miseráveis 2

primeiramente: OP ROSQUE PORRAAAAAAAAAA, adorei tanto a música quanto o visual, tão fodas quanto a de Genesis.

Apesar da temática central do episódio ter sido interessante e servido bem pra estabelecer de onde viemos e pra onde vamos com essa temporada...
Eu achei o pacing do episódio MUITO ruim.

Digo, todas as cenas com o Azazel foram horríveis. Tudo acontece com um ritmo extremamente rápido, que não te dá tempo de processar o que tá acontecendo. Tu se sente tão (ou até mais) confuso que a Nina.
Beleza, deu pra entender que ele tá lutando pra libertar os demônios e que ele tá num nível que qualquer coisa serve, os fins justificam os meios, etc.
Mas puta merda, que desespero... desesperador. Foi horrível de assistir essa parte do episódio. Na minha opinião, uma péssima escolha de direção.

Só que o resto até que foi razoável. O próprio tema que vamos seguir por um tempo (pelo menos até o final do primeiro cour quando mudaremos de Opening né) parece ser interessante o suficiente pra demandar tantos episódios.
Também acabamos descobrindo várias coisas sobre as origens da Nino, mas ao mesmo tempo conseguiram levantar várias perguntas também. É uma forma bacana de manter a personagem interessante sem te deixar na curiosidade por muito tempo.
Infelizmente, o que eu senti é que a Nino é um tipo de personagem que fica menos carismática quanto mais você aprofunda-a. Quando ela era só uma guria super forte e feliz, era um carisma bobo. Agora que sabemos que ela é meio-dragão e vem de uma vila isolada de dragões, ela perdeu parte dessa "bobagem" que era o charme dela.

Um personagem que não é assim é o Kaiser. Cada vez que ele aparece, ele se estabelece ainda mais como ele mesmo. Pela simplicidade, acaba sendo um dos melhor trabalhados.

E mais 3DCG... argh

Eu diminuiria a nota pra 7, mas vamos ver
Responder
 #7
Raiva da bait 3

this is bait

Gostei do episódio por mostrar um lado mais "humano" do rei. Nós o vemos sempre impiedoso e borderline maligno, mas acabamos descobrindo que ele não deixou de ser um homem comum.

Primeiro ele visitando um túmulo (provavelmente do pai), e depois andando pelas ruas da cidade. Apesar de não conseguir deixar de pensar que ele só estava voltando pro castelo mesmo, e tava disfarçado pra não ser reconhecido apenas, a reação dele ao participar do braço de ferro pareceu bem "humana".

Interessante isso.

Mas aí ele volta pro castelo e começa a ser o rei filho da puta sanguinário de sempre.
Ele e o Azazel são completas antíteses, e chega a ser engraçado você ter o DEMÔNIO como a parte "boa" da comparação, né.

E por fim, tivemos então uma revelação por parte do céu com relação ao garoto. Ainda está muito envolto de mistérios, mas eles vão te dando pistas ao poucos. É assim que se faz um mistério interessante.

Além disso, tivemos um desenvolvimento inesperado por parte do deus bêbado e do pato... Quem diria, huh?

E CLARO, FAVARO!

FAVAROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO WHEN?
Responder
 #8
raiva do bahamut vermelho 4

Finalmente explicaram sobre a Nina virar dragão, e a resposta é tão boa quanto eu esperava. PEssoal da CyGames é sensacional nesse quesito de fazer piada em coisa séria sem estragar o negócio.

E lembra oq eu comentei sobre o Rei ter um lado mais humano?
esquece, ele é 100% filho da puta. Cuzão do caralho.

COMO ASSIM ELE TÁ MANTENDO A JOANA DO ARCO PRESA?? CARALHO ISSO É LITERALMENTE HERESIA MANO, ELA É UMA SANTA TÁ LIGADO

E a Joana do Arco teve um filho? Ai vcs nem se esforçaram pra manter o segredo né, ficou fácil demais saber quem é e isso já explica muita coisa...

Mas agora temos que ver sobre o Azazel e o Kaiser. Principalmente o primeiro, pois parece que vai dar uma treta maligna.



raiva da rita 5

eita coroi que mina 300% mad

oq eu achei interessante nesse episódio é o foco na... "convicção". Todos os personagens, de uma forma ou de outra, mostraram extrema convicção em seus ideais e seus modos de pensar.
São todos muito diferentes uns dos outros? Sem dúvida. Mas estão todos lutando por aquilo que acham certo, cada um de seu jeito.

O interessante mesmo vai ser ver oq os deuses vão fazer agora que sabem que o moleque que os céus estão procurando está logo ao lado. Eles não parecem ser o tipo de personagens que "trairiam" os protagonistas, mas né.

Bons episódios
Responder
 #9
raiva do encontro ao vivo 6

Eu tô vendo que a narrativa está indo muito pra um lado que tenta mostrar o lado "humano" do rei. Estão contrastando MUITO as duas "personalidades" dele.

É um rei forte, sem medo e sem escrúpulos, que faz tudo que é necessário pra alcançar seus objetivos. O modo como ele foi inicialmente apresentado nos passava a impressão que ele era um MONSTRO sem sentimentos.

Mas ao mesmo tempo é um homem gentil, honrado e de certa forma simples, que possui muita amargura no passado e está tentando se libertar dessa culpa.

De duas, uma: Ou vão explicar o MOTIVO pelo qual o rei está lutando (Perguntar pq lutamos etc), e vamos entender claramente pq ele está fazendo aquilo, e podemos concordar ou discordar dos métodos dele pra alcançar oq ele queria (Chaotic Good raíz)...
Ou existe algum fator externo para explicar uma das faces dele, que está muito além do poder do próprio rei: Estar sendo manipulado por alguém dentro do castelo; ser simplesmente um psicopata; etc etc etc.

Sendo sincero, acredito fortemente que o que vai acontecer mesmo é a primeira opção. E que ele vai estar vingando o pai morto ou algo do tipo.

De qualquer forma, foi um episódio fantástico, que serviu como preparação de terreno para o próximo que virá. E meus amigos, o próximo que virá...!
Responder
 #10
Raiva do plano B 7

Eu tinha certeza que o plano ia dar merda.
Era tudo uma questão de como ou por quê.

E acabou que eles responderam isso de uma forma até que inesperada.
Foi uma das opções que eu nem cheguei a pensar, e que acabou sendo uma ótima escolha. Mostrou um desenvolvimento por parte de ambos Nina e Azazel, além de forçar o demônio e tomar medidas drásticas.

Agora ele vai ou ser capturado e o Kaiser vai acabar ajudando ele a fugir, ou ele vai conseguir fugir por si só e isso só vai alimentar ainda mais o ódio dele até um ponto onde ele se torne um psicopata (ainda mais).

Bora
Responder
 #11
Raiva dos prisioneiros 8

FAVAROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

no final das contas, oq aconteceu não foi nem uma, nem outra coisa.
Mas sim, uma mistura de ambas.

Só que a mistura -/-, no caso.

Todo mundo tomou no cu.

E sem chances desse rei conseguir se redimir, não é possível.
O maluco é muito sangue nos zói, mano. No começo eu tava achando que ele era um Chaotic Good e que íamos ver um lado mais "correto" dele, mas na real o cara tá completamente Neutral Evil agora, puta merda.

Muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo agora. Ainda bem que teremos 24 episódios.
Responder
 #12
Raiva da JAAANNUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU 9-11

JOANA NÃO FEZ NADA DE ERRADO!!!!!!!

caralho que depressão mano na moral
pq a Joana tem que sofrer desse jeito?
coitada n fez nada de errado e só quer viver feliz com seu filho...

Gostei desses 3 episódios pq eles focaram bastante em explicar coisas que estavam apenas subentendidas esse tempo todo:
O treinamento da Nina com o Favaro; como ele foi Preso; uma transição entre Genesis e Virgin Soul; a História do Mugaro (ou "El") e da Jeanne...

Foram bons episódios.

Apesar de não ter uma animação sensacional, Shingeki no Bahamut compensa fácil com seus personagens carismáticos, sua trilha sonora emocionante e trama envolvente.
Com certeza um dos meus prediletos.
Responder
 #13
Raiva dos deuses 12

Fechamos o primeiro cour com esse episódio que teve escolhar de direção, no mínimo, "interessantes"...

Toda a cena da batalha dos Deuses com os humanos foi "muda"... Digo, tinha uma bgm tocando, mas...
Não tinha nenhum som da cena em si.

Isso me deixou um pouco perturbado... Pode ter sido uma escolha "poética" ou whatever, mas eu não gostei muito.

Mas todas as cenas da "fuga" foram ótimas.

Estou ansioso pra ver o que vai sair do reencontro dos nossos "heróis".
A reação do Kaiser ao ver a mão dele explodindo foi demais.

Tudo que falta na qualidade da animação, tem na qualidade do resto. Anime bom pakas
Responder
 #14
Raiva da mãozinha do capeta 13 e 14

dois episódios com vibes bem distintas.

O primeiro foi bem mais intenso, com o desfecho da treta da guerra.
E convenhamos, um desfecho até que surpreendente, ein?
Os humanos conseguindo se recuperar, os deuses perdendo muitos soldados e a chefona ficando na bad vibes 100%...
Mas acho que o que mais me surpreendeu foi oq aconteceu com os "chefes" das duas partes.

O Charioce FICOU CEGO DE UM OLHO e quase perdeu a mão. Caralho, meu deus essa porra foi foda. Realmente serve pra mostrar as consequências dessa merda. Realmente poderosa, mas a que custo?
E o El completamente sangue nos zói atrás de mãe foi realmente inesperado. Não achei que ele iria ser tão v1d4l0k4 assim.

Já o segundo episódio foi o exato oposto:
foi um episódio fofinho, bonitinho, reflexivo e cauai desu, quase moe, eu diria.
Sentimento de mãe é tudo igual, e esse episódio focou nisso. Tivemos vários "sentimentos maternos" sendo expostos e tudo se encaixou muito bem.

Esse anime é bom demais, meu irmãozinho.

Aliás, sobre as novas op e ed:
- OP ficou legal, mas estranhei pra caralho o fato deles não terem seguido o padrão de "ROSQUE COM ANIMAÇÃO PRETA-E-VERMELHA".
- ED é sensacional. A música é boa (não é das melhores mas é boa sim) e o vídeo é simplesmente genial. Puta que pariu. Melhor do ano até agora.
Responder
 #15
Raiva do zé pequeno 15

MUGARO É O CARALHO, MEU NOME AGORA É EL PEQUENO.

a "Cidade dos Deuses" foi interessante.

Fazia um tempo que não tínhamos notícias do "núcleo demoníaco" do anime, e hoje finalmente vimos algum progresso nesse lado. Tanto o Lúcifer como o Azazel se mostraram ali, mas cada um em situações completamente opostas.

Já os humanos tiveram pouco destaque nesse episódio, mas o pouco que mostrou pareceu ser bem preocupante...
Aquele velhote lá tá tramando alguma, ctz. Duvido nada que seja um Deus infiltrado ou algo assim.

E os deuses...
Rapaz, foi meio bipolar esse negócio. Enquanto "Todos" os Deuses tão mó bad vibes e santinhos, temos as duas figuras de liderança do momento, Gabriel e El, quase que "endemoniados" (perdão o trocadilho).

Achei a reação de ambos extremamente... Estranha. A Gabriel não parecia ser, até o momento, o tipo de personagem que fica "tramando por baixo dos panos". Ela até ficou super bolada qdo começaram a perder lá na capitão humana e tal...
E o El eu até entendo, mas achei estranho também, ainda mais sendo logo depois daquela cena super bonita do reencontro com a mãe.

Enfim,vamos ver pra onde isso vai.
Responder
Páginas (2): 1 2 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes