Arslan Senki: Fuujin Ranmai


Tópico em 'Temporada Finalizada' criado por martec em 23/10/2015, 09:47.
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
3 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: wIYzlAj.jpg]

Ficha técnica:

Título: Arslan Senki: Fuujin Ranmai
Título alternativo: Sinônimo: The Heroic Legend of Arslan 2nd | Japonês: アルスラーン戦記 風塵乱舞 | Abreviatura: -
Formato: Série de TV (segunda temporada)
Formato: Série de TV (segunda temporada)
Gênero: Ação, Aventura, Drama, Fantasia, Histórico, Supernatural (segundo Baka-Updates Manga)
Obra original: Manga - 2 volumes (em publicação) (04/11/2014) (versão Arakawa Hiromu)
Público alvo da obra original: Shounen (segundo Baka-Updates Manga)
Editora (Label): Shounen Magazine KC
Escrito por: Arakawa Hiromu
Site oficial: http://www.arslan.jp/
Estúdio: Liden Films (Aiura, Yamada-kun to 7-nin no Majo, Terra Formars) x Sanzigen (Aoki Hagane no Arpeggio)
Diretor: Noriyuki Abe (Tokyo Mew Mew, Tantei Gakuen Q, Kuroshitsuji: Book of Circus)
Supervisor do script: Makoto Uezu (Jinrui wa Suitai Shimashita, Utawarerumono, Kamisama Dolls)
Character Design: Shingo Ogiso
Data de estréia: 03/07/2016
Maiores informações: [MyAnimeList | AnimeNewsNetwork | AniDB]
Responder
 #2
O mais interessante é que eles vão mergulhar de vez na novel (o que já fizeram na parte do meio pro fim da primeira série) e se separar de vez da versão mangá da Arakawa. Fico pensando se ela já fez todo o character design de todos os personagens novos e já mandou pro estúdio de animação kkk.
Responder
 #3
Super ansioso por essa segunda temporada, o design desse anime é belíssimo o/
Responder
 #4
E cabou, foi uma temporada rápida, apenas 8 episódios.

Arslan é um daqueles animes que você torce pelo protagonista, mesmo ele não sendo o mais fodão, o Príncipe é a encarnação do bem, ele está a frente do seu tempo e tem uma perspectiva humanista num ambiente "medieval".

A única diferença é que ele não resolve tudo sozinho com um idealismo perfeito, imaculado, ele tem pessoas qualificadas que o orientam a seguir esse pensamento humanitário, mas sem comprometer a estrutura que um Rei deve dar ao seu Reino.

É um humanismo político, podemos dizer, além disso as OSTs e cenas de luta são muito legais.
Responder

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes