Playing - Visual Novels


Páginas (10): 1 2 3 4 5 ... 10 Próximo »
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
145 respostas neste tópico
 #1
Playing - Visual Novels
Responder
 #2
Quando criarem o tópico de Rewrite posto lá.

10/10

Spoiler: IMAGEM  
[Imagem: ChB3DPX.jpg]

@Nameless
@Thelight52
@Seakulll
@Felps
Responder
 #3
(30/04/2014, 18:19)Amagami Escreveu: Quando criarem o tópico de Rewrite posto lá.

10/10

Spoiler: IMAGEM  
Spoiler: Imagem  
[Imagem: ChB3DPX.jpg]

@Nameless
@Thelight52
@Seakulll
@Felps

NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!! KOTA IS MAH WAIFU! -nnnnnnnnnnnnnnnnnnn
Responder
 #4
(30/04/2014, 18:19)Amagami Escreveu: Quando criarem o tópico de Rewrite posto lá.

10/10

Spoiler: IMAGEM  
Spoiler: Imagem  
[Imagem: ChB3DPX.jpg]

@Nameless
@Thelight52
@Seakulll
@Felps

Akane >>>>>>>>>>>

E se quiser eu crio  o tópico.
Responder
 #5
Cria @Seakulll

Mas faz um tópico bem lindo o/
Ou se tiver sem tempo pede contribuição e depois edita.
Responder
 #6
Fate/SN

Tirei do on-hold, mas ainda tou na primeira rota (Fate).
Falando sério, acho que as melhores vão ser HF e UBW, será que Fate me surpreende?
Responder
 #7
Terminei Sharin no Kuni, Himawari no Shoujo (link para página no VNDB: http://vndb.org/v57#main). Para ser mais exato, terminei de quarta para quinta a meia noite, mas a preguiça não me deixou comentar aqui. Sim, eu podia apenas comentar isso, mas eu adoro escrever sobre cada rota. Então vamos lá:

- Gameplay

Spoiler:  
Sharin é do mesmo produtor de G-Senjou, então o sistema de rotas é parecido. Digo parecido pois tem uma diferença entre eles: Em G-senjou você pode simplesmente terminar um chapter de cada vez e fazer um ending dessa forma, você também pode evitar a heroína e ir para o próximo até chegar no true ending.

Em Sharin, o gameplay é híbrido, ou seja, usa o sistema de chapters, porém o ending das heroínas só acontece depois do 5º chapter. Falando assim parece que não tem diferença com relação a outras VNs mais comuns, mas o ponto é que diferente dessas que acabo de citar, as heroínas não somem após você escolher a que você quer. Você é obrigado a fazer todos os arcos.

Em Sharin há 5 chapters:

1º Introdução
2º Sachi Arc
3º Touka Arc
4º Natsumi Arc
5º Conclusão e arco Secreto (comentarei sobre a heroína secreta mais para frente)

Depois que você passar pelos 5 você finalmente vê o ending de cada heroína. Vale lembrar que os arcos da Sachi, Touka e Natsumi tem bad endings.

- Arcos/Rotas

Agora vou falar sobre cada heroína, seus endings e bad endings, claro, com cuidado para não dar spoilers muito graves que possam vocês perderem a vontade de jogar.

Spoiler:  
Chapter 1 / Introdução:
Spoiler:  
Nesse chapter é contado o motivo do MC ter sido enviado a cidade onde tudo ocorre, é apresentado os personagens, fala um pouco sobre como funciona o sistema de punições do país fictício e conta um pouco sobre o passado do Kenichi (o personagem principal). O começo é impressionante, devo dizer que o termo correto seria inesperado.

Agora vou falar um pouco sobre o MC que é para que vocês entendam o que ele está fazendo na cidade e o motivo dele obrigatoriamente ter que interagir com todas as heroínas.

Morita Kenichi é um cadete para o cargo de Special High Class Individual, que é um dos cargos mais influentes do país, sendo que poucos conseguem esse cargo após anos de treinamento. Kenichi é um dos mais jovens na história a chegar perto de conseguir esse título.

Aquele que obtém esse cargo tem como dever ajudar os mantedores de obrigações em sua reabilitação. Obrigações é um sistema que foi implantado há muitos anos no país e que substituiu completamente o sistema carcerário. Ele surgiu com o propósito de punir e corrigir a postura de cada individuo na sociedade de acordo com seu crime. Por exemplo, existem obrigações que fazem as pessoas ter que trabalharem para o governo, fazer trabalhos voluntários, não poder ter filhos e por aí vai. O ponto é que o tal mentor tem poder sobre a vida e a morte dessas pessoas. Se elas desobedecerem suas obrigações, elas são enviadas para um campo de concentração.

Teoricamente o país vive uma utopia, visto que cada um é julgado de acordo com seu crime, e as punições caso você os desobedeça são severas. Então a "paz reina". O problema é que existe corrupção, obrigações que foram dadas por motivo algum ou que eram desnecessárias. Esse é o plot da VN, em que o Kenichi, como parte do seu exame final, tem que livrar as 3 garotas de suas obrigações que não eram mais necessárias.

Chapter 2 / Sachi Arc:
Spoiler:  
Mitsuhiro Sachi é uma garota que tem a obrigação de diminuição de tempo. Por dia ela tem apenas 12 horas, sendo obrigada ao término desse tempo tomar um remédio que a põe para dormir por mais 12 horas. O problema é que esse remédio a faz dormir, mas por ser um sono artificial não acaba com a fadiga dela. Ela tem essa obrigação pelo fato de ter feito uma grande dívida com apostas e não trabalhar para pagar. Então tiraram o tempo dela para que ela entendesse a importância do trabalho como contribuição para sociedade. Porém, ela se acostumou com o fato de ter apenas 12 horas, dormindo durante as aulas e continuando com seu "trabalho" como apostadora.

Minhas impressões sobre a heroína/ending/bad ending:

Creio que tirando a heroína secreta, A Sachi é uma das melhores personagens da VN. Sempre energética e divertida. Seu ending é legal até mas é meio que esperado, visto que é a realização do sonho dela. Seu bad ending é tosco, só termina com uma Hscene na escola e o Kenichi sendo reprovado.

Chapter 3 / Touka Arc:
Spoiler:  
Oone Touka tem a obrigação que a impede de se tornar uma adulta. Ela deve sempre obedecer a sua mãe, Oone Kyouko. Kyouko é professora na escola e por ter se formado em uma das melhores faculdades públicas, exige muito de Touka, seja em notas ou obrigando ela a ser representante de sala. Touka sofre os mais diversos tipos de proibições, como não ver TV, não poder ficar fora até tarde, ter que fazer caminhadas todas as manhãs e a mais bizarra que é a de não cozinhar/chegar perto da cozinha. Acontece que em sua casa não se fazem refeições caseiras e todo alimento é comprado pronto. Não só pelo fato da Kyouko não saber cozinhar mas também por conta de um acidente que causou uma queimadura no braço da Touka quando ela era criança.

Sobre o ending e bad ending:

O ending é algo que assim como o da Sachi já era esperado. O sonho da Touka era poder cozinhar uma refeição e desfrutá-la junto de seus familiares. O bad ending tem sentido mas é tosco, pq como ela não mais tinha a obrigação e não tinha sua mãe por perto para poder controlá-la ela se torna uma viciada em...DOCES! Facepalm

Chapter 4 / Natsumi Arc:
Spoiler:  
Hinata Natsumi é uma das garotas com obrigações e sua obrigação é a da proibição de se apaixonar. Ela não pode ter contato nenhum com o sexo oposto e caso desobedeça ela e aquele que a tocou seriam enviados para um campo de concentração. De longe esse é o maior problema para Kenichi resolver. Natsumi não quer ter sua obrigação removida e mesmo se quisesse, como provar que ela realmente não está apaixonada por ninguém?

A história dela se estende até o chapter 5, visto que ela é o motivo para um certo acontecimento que não irei citar por motivos de spoiler mortal. Sobre o ending/bad ending dela:

O ending como esperado de uma garota que não pode amar é ficar com aquela que ela ama. Já o bad ending é deveras interessante e em minha opinião o melhor. Kenichi acaba por passar no exame mas se torna igual ao Houzoki, alguém que se tornou frio graças a um passado trágico.

Chapter 5 / Conclusão - Heroína Secreta:
Spoiler:  
Agora falar um pouco só do melhor chapter/heroína. A heroína secreta é Higuchi Ririko, filha adotiva de Higuchi Saburou, um ex-High Class Individual e o maior criminoso da história do país, e irmã do Kenichi (sem laços sanguíneos Booty). Por ter ajudado seu pai em um movimento revolucionário contra o sistema de punições e contra o governo ela recebeu a obrigação de não ser reconhecida pelo resto do mundo. Essa obrigação faz com que ninguém além do High Class Individual responsável por ela possa ter contato verbal o físico. É algo como uma prisão solitária, só que sem paredes nem grades.

Algo interessante de se comentar é que durante a VN Kenichi fala sozinho em diversas partes e nos faz pensar que isso é por causa da sua personalidade ou uso de drogas. Porém ele estava na verdade todo esse tempo falando com a irmã dele, que o está acompanhando desde que ele foi para a cidade.

Seu ending é muito legal, em que ela fica com o Kenichi e juntos tentam mudar o país. Nessa rota não há bad ending, mas por outro lado tem o Harém ending que é muito engraçado (e não, não tem Hscene  Coolface )

- Conclusão e opinião geral sobre a VN:
Spoiler:  
A VN é muito boa e nos faz pensar sobre os erros que cometemos, sejam prejudiciais ou não. Me fez pensar se eu realmente estava fazendo meu melhor para resolver meus problemas, se eu estava causando problema para alguém e etc. Também nos faz pensar se nosso sistema de punição está correto. Claro que o sistema da VN é interessante, mas também tem muitos pontos positivos. Será que somos capazes de julgar os motivos para alguém cometer um crime? E que tipo de punição essa pessoa merece? Se você gosta de filosofia e política então essa VN é para você. Minha nota fica entre 8 e 9.

Desculpa por ser TL;DR. Agora voltar a jogar Rewrite e continuar com Kamidori =)
Responder
 #8
Terminei o demo AstralAir no Shiroki Towa da Favorite

realmente Favorite impressiona com a imersão...
pelo jeito vai ser outra obra foda da produtora....

http://vndb.org/v12984
Responder
 #9
Sharin no Kuni, Himawari no Shoujo
http://vndb.org/v57

Não comentei sobre Sharin aqui Huh

Terminei os capítulos 1 e 2.
Tou em algum lugar do capítulo 3 (de 5).

Quando terminar o game comento mais.
Meu plano é jogar G-Senjou quando terminar Sharin.

Fate/SN
http://vndb.org/v11

Sharin continua interessante, mas decidi que deveria tirar o atraso de Fate antes, se não vai acumular muito VN no on-hold (Fate, Konosora, EF).

Terminei a rota Fate.
Indo para UBW, depois HF.
Responder
 #10
Ah poh tu terminou só Fate?

Ontem tu comemorou tanto na shout que achei que tinha terminado a VN inteira.
Responder
 #11
Go! Go! Nippon!

Terminei Go Go Nippon agora. Foi ótimo para o objetivo que queria. Estava querendo informações que pudessem me ajudar na viagem. Só acho que podiam cobrir um pouco mais de Kyoto ou ir para Osaka. Além de que algumas áreas de Tokyo mesmo não aparecem tipo Kobe

Preciso nem dizer que a rota da imouto é minha fav né então partiu print

Spoiler:  
dat engrish

[Imagem: 91MmY]
[Imagem: 91MnW]

dat efeitos

[Imagem: 91HgX]
Responder
 #12
(25/05/2014, 14:24)Best Escreveu: Ah poh tu terminou só Fate?

Ontem tu comemorou tanto na shout que achei que tinha terminado a VN inteira.

Foi a felicidade de tirar do on-hold HAHA!
Fate é grande Icon_rolleyes

Tenho que tirar Konosora e EF também.
Responder
 #13
Bem, como havia dito, já tinha terminado Rewrite e só faltava pegar alguns Friends e fazer algumas Quests para poder finalmente fazer o Oppai ending. COnsegui pegar tudo e fazer o Oppai ending no domingo, mas como estava com preguiça de escrever, deixei para algum dia na semana HAHA!

Sem mais delongas, vamos ao meu super comentário TL;DR sobre Rewrite.

Sobre a VN como um todo:
Spoiler:  
Durante quatro rotas você passa pela experiência de estar nos dois lados que são inimigos: Gaia e Guardian. Na rota da Kotori você fica em uma posição neutra. Como falarei mais para frente, essa rota é só uma introdução ao problema/plot da VN.
Sobre qual lado estar certo ou errado...Não tem como decidir isso. De fato, é possível ver que ambos os lados tem pontos negativos, mas isso ocorre pelo simples fato de que humanos os controlam. Como no caso da Gaia, que quer exterminar os humanos do planeta, para que assim a Terra se recupere. Ou no caso dos Guardians, que se aclamam heróis, mas no fim estão apenas adiando a inevitável destruição do planeta (além da ganância presente nas filiais, com cada uma delas querendo a glória pela captura da Key).
Kotarou experimenta cada lado durante as rotas, algo como reencarnação. Tanto que na rota da Chihaya tem uma parte que ele fala: "Eu já não passei por algo parecido assim antes?". Claro isso é apenas minha opinião. Voltando, após experimentar as diversas possibilidades e nenhuma ser frutifera, com todas levando a destruição da Terra a curto ou a longo prazo, eis que começa Moon, com ele sendo enviado para um mundo destruído e vazio, onde se encontram somente ele e a Kagari.
Nesse mundo eles tentam descobrir uma forma de fazer com que o mundo consiga manter os humanos e também se recuperar. O que eles tentam fazer é reescrever toda a vida e história da humanidade, fazendo com que surjam mais e mais possibilidades. Essa rota é engraçada pois precisando de ajuda para proteger a Kagari, o Kotarou "invoca" as heroínas+Yoshino e Wolf Pack para o auxiliar nessa tarefa. Durante uma parte que não está tendo batalha eles ficam tentando recriar a Terra em um ambiente simulado e é ilário eles jogando a Lua na Terra, modificando os animais e etc kkkkkkkkkk. Bem no fim, graças ao Kotarou, a Kagari consegue achar a única possibilidade para a humanidade e a Terra sobreviverem a catástrofe. Então eis que no menu surge acesso para Terra, a última e verdadeira rota de Rewrite.
Terra é a maior rota da VN e ao contrário das outras rotas ela usa NVL (não existe caixa de diálogo. Ao invés disso, o texto cobre a tela inteira) já que ela é praticamente formada por pensamentos do Kotarou, com menos diálogos que as outras rotas. Nessa rota também, finalmente o Kotarou ganha dublagem, o que torna os momentos engraçados em mais engraçados ainda. Nessa rota, o Kotarou demonstra um maior amadurecimento. Após entrar para Guardian, depois lutar como mercenário em conflitos num país subdesenvolvido, ele decide trair a organização que está, se infiltrar na Gaia e tentar mudar a situação do mundo, mesmo que não ganhe nada ao carregar esse fardo. Ele se torna mais frio e calculista, embora em certos momentos ele não perca sua humanidade. O fim é ótimo, e finalmente seu objetivo na vida é revelado.

Ao invés de falar sobre cada rota, vou apenas falar sobre cada heroína e talvez apenas um pouco sobre as rotas. O bom de fazer isso é que evito dar spoilers, algo que embora me seguro acabo dando quado tento explicar sobre as heroínas (a quem eu quero enganar, eu praticamente resumo a rota toda kk).

Personagens (heroinas/protagonista e Yoshino)

Kotori
Spoiler:  
Bem, talvez a Kotori seja uma das melhores heroinas(só perdendo para Lúcia e Akane). Não que as outras não sejam legais, mas o legal da Kotori são as falas e a dubladora dela kkk.

Ok! Shake now baby now!

A rota dela é bem méh, com um final completamente aberto. Acho que a rota dela meio que foi um disperdício e a situação só não foi pior porque pelo menos serviu de introdução. O que quero dizer é: em aspecto de desenvolvimento da heroína a rota foi fraca, mas não quer dizer que tenha menos importância do que as outras no papel de dar sentido a Moon e Terra.

Chihaya
Spoiler:  
Uma das heroínas que menos gostei, embora ela seja uma peça chave na interação com as outras heroínas. Geralmente responsável pelo alivio cômico. Exemplo disso é como quando eles em diversas partes da VN precisam fazer algo (seja arrombar uma porta, cavar, entre outros trabalhos manuais) o Kotarou trata ela como um robô devido a sua grande força, mas diz que infelizmente não é possível usar tal "utensílio" no momento. Então nessa hora a Lucia aparece e diz "Se não podemos usar o Chihaya "algo" então não se pode fazer nada" kkkkkkkk.
[Imagem: 8L11J]
Outra coisa boa da rota da Chihaya é que foca mais na história do Sakuya. Não vou falar quem ele é ou o quê porque isso tiraria a emoção da história. Só digo que a relação dele com o Kotarou me lembrou um pouco a história do Shirou/Archer em Fate/Stay Night. O fim foi legalzinho e panz, mas foi bem "Usando o poder da amizade e perseverança", já que as duas facções inimigas se ajudam para derrotar um inimigo em comum. Mas blz, relevamos porque o melhor ainda está por vir.

Lucia
Spoiler:  
Provavelmente a melhor heroína. Ela é bem Tsun durante a Common route, mas na rota dela, quando o Kotarou consegue amolecer ela, ela fica toda Dere. Aqui vai só uma palhinha para vocês terem uma ideia: Clica aqui
Então, não é de se apaixonar? Infelizmente, perto do fim da rota dela ela fica insuportável de chata e frescuras, mas no fim ela volta a ser um amorzinho :luv:

Presentinho para vocês B):
Spoiler:  
[Imagem: 8PHdW]

Shizuru
Spoiler:  
A heroína mais fofinha (não sou lolicon). Muito engraçado quando ela não fala, apenas acena ou faz gestos e o Kotarou meio que dubla o pensamento dela kkk
As vezes ele zoa, falando algo nada a ver com a situação. Embora, sem querer querendo ele acerta:
[Imagem: 8RYu8]

Akane
Spoiler:  
Hum, sem muito o que falar. Akane é uma terceiranista com muito poder político. Ela que sempre limpa a barra das cagadas que o Kotarou faz. O que é ótimo na Akane e que a torna uma das minhas heroínas preferidas é a personalidade dela, um humor negro que sempre que tem a oportunidade acaba por se mostrar. Mal sabe que debaixo desse humor e de seus hábitos pouco saudáveis de varar horas jogando online esconde um passado obscuro e armaguras. A rota dela é a mais dramática depois da Lucia. Nessa rota o Kotarou não aje como nas outras, ele é mais frio, mata pela primeira vez uma pessoa e tudo isso pelo bem da Akane.

Kagari
Spoiler:  
Apenas a "key", um familiar nascido da Terra com vontade própria que veio no intuito de julgar se a humanidade é digna de continuar na Terra ou não. Durante as 5 rotas ela é praticamente uma boneca, não fala muito e não demonstra seus sentimentos. Somente em Moon e Terra que ela começa a interagir mais com o Kotarou. Pode-se dizer que Moon foi a rota dela, visto que grande parte a rota é só de "diálogos" dela com o Kotarou.
[Imagem: 8Y3GY]

Kotarou
Spoiler:  
Hora de falar da estrela da VN. Responsável por praticamente carregar a VN nas costas. Sempre acabando com as cenas tensas com muito humor:
[Imagem: 8REGQ]
[Imagem: 8G3K6]
[Imagem: 8IgA8]
[Imagem: 8RNbf]
[Imagem: 8Jowx]
[Imagem: 8OZXt]
[Imagem: 8GRUj]

Chega. Se eu postar mais prints vou acabar por postar a VN toda -q
O maior sonho do Kotarou é conquistar algo, dar sentido para sua vida (isso e ter 100 amigos -q). Por esse motivo, cansado de não fazer nada, no seu segundo ano do colégio ele resolve ir atrás da Akane e reviver o clube de ocultismo. Então ao seu arredor se reunem as heroínas, Sakuya e Yoshino. Como eu disse no comentário sobre a Chihaya, ele juntamente com o Sakuya tem uma relação que me lembra muito Shirou/Archer. Não só do fato de o Sakuya ter passado por uma experiência idêntica a do Kotarou, como também em relação as habilidades:
[Imagem: 8IVJe]
[Imagem: 8VE5Y]


Yoshino
Spoiler:  
Yoshino é apenas um personagem de suporte, mas devido a ele ser muito Best Girllegal preciso ao menos citar ele e postar algumas de suas falas:
Kaisei Yatta! Nippon Tchatchatcha!
Whaaaaaaaaaat is yoooouuuuuuuuuuth!!!
I am the King of Speed
...Death End...
Uahahahahahahah! This is so much fun!
I'll crusherize you!
Farewell

E claro, não posso esquecer de:

Bem, poderia falar sobre a trilha sonora que é divina e sobre as CGs (que são bem mal feitas) Mas não quero me estender muito. Sobre a nota da VN creio que fica em 9/10. As rotas foram importantes para se entender Terra, mas acho que é muito demorado e complicado jogar 6 rotas para poder finalmente jogar a True Route.
E não, não falei do Oppai ending. Quem quiser saber mais que jogue a VN (sou muito mau B)). E vale a pena pegar cada Friend/Monster/Quest para habilitar ele.
Responder
 #14
(28/05/2014, 11:57)Felps Escreveu: Bem, como havia dito, já tinha terminado Rewrite e só faltava pegar alguns Friends e fazer algumas Quests para poder finalmente fazer o Oppai ending. COnsegui pegar tudo e fazer o Oppai ending no domingo, mas como estava com preguiça de escrever, deixei para algum dia na semana HAHA!

Sem mais delongas, vamos ao meu super comentário TL;DR sobre Rewrite.

Sobre a VN como um todo:
Spoiler:  
Durante quatro rotas você passa pela experiência de estar nos dois lados que são inimigos: Gaia e Guardian. Na rota da Kotori você fica em uma posição neutra. Como falarei mais para frente, essa rota é só uma introdução ao problema/plot da VN.
Sobre qual lado estar certo ou errado...Não tem como decidir isso. De fato, é possível ver que ambos os lados tem pontos negativos, mas isso ocorre pelo simples fato de que humanos os controlam. Como no caso da Gaia, que quer exterminar os humanos do planeta, para que assim a Terra se recupere. Ou no caso dos Guardians, que se aclamam heróis, mas no fim estão apenas adiando a inevitável destruição do planeta (além da ganância presente nas filiais, com cada uma delas querendo a glória pela captura da Key).
Kotarou experimenta cada lado durante as rotas, algo como reencarnação. Tanto que na rota da Chihaya tem uma parte que ele fala: "Eu já não passei por algo parecido assim antes?". Claro isso é apenas minha opinião. Voltando, após experimentar as diversas possibilidades e nenhuma ser frutifera, com todas levando a destruição da Terra a curto ou a longo prazo, eis que começa Moon, com ele sendo enviado para um mundo destruído e vazio, onde se encontram somente ele e a Kagari.
Nesse mundo eles tentam descobrir uma forma de fazer com que o mundo consiga manter os humanos e também se recuperar. O que eles tentam fazer é reescrever toda a vida e história da humanidade, fazendo com que surjam mais e mais possibilidades. Essa rota é engraçada pois precisando de ajuda para proteger a Kagari, o Kotarou "invoca" as heroínas+Yoshino e Wolf Pack para o auxiliar nessa tarefa. Durante uma parte que não está tendo batalha eles ficam tentando recriar a Terra em um ambiente simulado e é ilário eles jogando a Lua na Terra, modificando os animais e etc kkkkkkkkkk. Bem no fim, graças ao Kotarou, a Kagari consegue achar a única possibilidade para a humanidade e a Terra sobreviverem a catástrofe. Então eis que no menu surge acesso para Terra, a última e verdadeira rota de Rewrite.
Terra é a maior rota da VN e ao contrário das outras rotas ela usa NVL (não existe caixa de diálogo. Ao invés disso, o texto cobre a tela inteira) já que ela é praticamente formada por pensamentos do Kotarou, com menos diálogos que as outras rotas. Nessa rota também, finalmente o Kotarou ganha dublagem, o que torna os momentos engraçados em mais engraçados ainda. Nessa rota, o Kotarou demonstra um maior amadurecimento. Após entrar para Guardian, depois lutar como mercenário em conflitos num país subdesenvolvido, ele decide trair a organização que está, se infiltrar na Gaia e tentar mudar a situação do mundo, mesmo que não ganhe nada ao carregar esse fardo. Ele se torna mais frio e calculista, embora em certos momentos ele não perca sua humanidade. O fim é ótimo, e finalmente seu objetivo na vida é revelado.

Ao invés de falar sobre cada rota, vou apenas falar sobre cada heroína e talvez apenas um pouco sobre as rotas. O bom de fazer isso é que evito dar spoilers, algo que embora me seguro acabo dando quado tento explicar sobre as heroínas (a quem eu quero enganar, eu praticamente resumo a rota toda kk).

Personagens (heroinas/protagonista e Yoshino)

Kotori
Spoiler:  
Bem, talvez a Kotori seja uma das melhores heroinas(só perdendo para Lúcia e Akane). Não que as outras não sejam legais, mas o legal da Kotori são as falas e a dubladora dela kkk.

Ok! Shake now baby now!

A rota dela é bem méh, com um final completamente aberto. Acho que a rota dela meio que foi um disperdício e a situação só não foi pior porque pelo menos serviu de introdução. O que quero dizer é: em aspecto de desenvolvimento da heroína a rota foi fraca, mas não quer dizer que tenha menos importância do que as outras no papel de dar sentido a Moon e Terra.

Chihaya
Spoiler:  
Uma das heroínas que menos gostei, embora ela seja uma peça chave na interação com as outras heroínas. Geralmente responsável pelo alivio cômico. Exemplo disso é como quando eles em diversas partes da VN precisam fazer algo (seja arrombar uma porta, cavar, entre outros trabalhos manuais) o Kotarou trata ela como um robô devido a sua grande força, mas diz que infelizmente não é possível usar tal "utensílio" no momento. Então nessa hora a Lucia aparece e diz "Se não podemos usar o Chihaya "algo" então não se pode fazer nada" kkkkkkkk.
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8L11J]
Outra coisa boa da rota da Chihaya é que foca mais na história do Sakuya. Não vou falar quem ele é ou o quê porque isso tiraria a emoção da história. Só digo que a relação dele com o Kotarou me lembrou um pouco a história do Shirou/Archer em Fate/Stay Night. O fim foi legalzinho e panz, mas foi bem "Usando o poder da amizade e perseverança", já que as duas facções inimigas se ajudam para derrotar um inimigo em comum. Mas blz, relevamos porque o melhor ainda está por vir.

Lucia
Spoiler:  
Provavelmente a melhor heroína. Ela é bem Tsun durante a Common route, mas na rota dela, quando o Kotarou consegue amolecer ela, ela fica toda Dere. Aqui vai só uma palhinha para vocês terem uma ideia: Clica aqui
Então, não é de se apaixonar? Infelizmente, perto do fim da rota dela ela fica insuportável de chata e frescuras, mas no fim ela volta a ser um amorzinho :luv:

Presentinho para vocês B):
Spoiler:  
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8PHdW]

Shizuru
Spoiler:  
A heroína mais fofinha (não sou lolicon). Muito engraçado quando ela não fala, apenas acena ou faz gestos e o Kotarou meio que dubla o pensamento dela kkk
As vezes ele zoa, falando algo nada a ver com a situação. Embora, sem querer querendo ele acerta:
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8RYu8]

Akane
Spoiler:  
Hum, sem muito o que falar. Akane é uma terceiranista com muito poder político. Ela que sempre limpa a barra das cagadas que o Kotarou faz. O que é ótimo na Akane e que a torna uma das minhas heroínas preferidas é a personalidade dela, um humor negro que sempre que tem a oportunidade acaba por se mostrar. Mal sabe que debaixo desse humor e de seus hábitos pouco saudáveis de varar horas jogando online esconde um passado obscuro e armaguras. A rota dela é a mais dramática depois da Lucia. Nessa rota o Kotarou não aje como nas outras, ele é mais frio, mata pela primeira vez uma pessoa e tudo isso pelo bem da Akane.

Kagari
Spoiler:  
Apenas a "key", um familiar nascido da Terra com vontade própria que veio no intuito de julgar se a humanidade é digna de continuar na Terra ou não. Durante as 5 rotas ela é praticamente uma boneca, não fala muito e não demonstra seus sentimentos. Somente em Moon e Terra que ela começa a interagir mais com o Kotarou. Pode-se dizer que Moon foi a rota dela, visto que grande parte a rota é só de "diálogos" dela com o Kotarou.
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8Y3GY]

Kotarou
Spoiler:  
Hora de falar da estrela da VN. Responsável por praticamente carregar a VN nas costas. Sempre acabando com as cenas tensas com muito humor:
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8REGQ]
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8G3K6]
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8IgA8]
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8RNbf]
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8Jowx]
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8OZXt]
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8GRUj]

Chega. Se eu postar mais prints vou acabar por postar a VN toda -q
O maior sonho do Kotarou é conquistar algo, dar sentido para sua vida (isso e ter 100 amigos -q). Por esse motivo, cansado de não fazer nada, no seu segundo ano do colégio ele resolve ir atrás da Akane e reviver o clube de ocultismo. Então ao seu arredor se reunem as heroínas, Sakuya e Yoshino. Como eu disse no comentário sobre a Chihaya, ele juntamente com o Sakuya tem uma relação que me lembra muito Shirou/Archer. Não só do fato de o Sakuya ter passado por uma experiência idêntica a do Kotarou, como também em relação as habilidades:
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8IVJe]
Spoiler: Imagem  
[Imagem: 8VE5Y]


Yoshino
Spoiler:  
Yoshino é apenas um personagem de suporte, mas devido a ele ser muito Best Girllegal preciso ao menos citar ele e postar algumas de suas falas:
Kaisei Yatta! Nippon Tchatchatcha!
Whaaaaaaaaaat is yoooouuuuuuuuuuth!!!
I am the King of Speed
...Death End...
Uahahahahahahah! This is so much fun!
I'll crusherize you!
Farewell

E claro, não posso esquecer de:
Link youtube: http://youtu.be/FNQTQlflYA8

Bem, poderia falar sobre a trilha sonora que é divina e sobre as CGs (que são bem mal feitas) Mas não quero me estender muito. Sobre a nota da VN creio que fica em 9/10. As rotas foram importantes para se entender Terra, mas acho que é muito demorado e complicado jogar 6 rotas para poder finalmente jogar a True Route.
E não, não falei do Oppai ending. Quem quiser saber mais que jogue a VN (sou muito mau B)). E vale a pena pegar cada Friend/Monster/Quest para habilitar ele.

Li por aí que
Spoiler:  
a Kotori, originalmente, não era pra se envolver com guerra alguma. Seria uma heroína comum e ela e o Kota seriam jogados no mundo de conflitos entre a Gaia e a Guardian. Sinceramente, acho que podiam ter feito a rota dela assim. Provavelmente daria espaço para um desenvolvimento muito mais digno dela e dela e do Kota como casal, apesar de eu ter gostado pra caramba do passado trágico dela e tal. Mas é tenso quando tirando uma cena só uma das melhores personagens é desperdiçada assim na própria rota :c

Anyways, Rewrite tem CGs lindas, pls. Claro que tem uns perfis bugados aqui e ali, mas em geral elas são cauai deçú >Triste
Responder
 #15
@Nameless, se você vê, comparado aos sprites (de boca fechada claro) as CGs são bem diferentes. Os personagens ganham olhos mais infantis.

Outro exemplo: pega a CG que está o Kotarou, Shizuru e Esaka com o pessoal da Guardian. Os caras tem tamanho de anões. Isso e o fato deles serem todos gordos e bugados. As CGs menos bugadas são as da rota da Lucia (pelo menos foi o que pareceu para mim)
Responder
Páginas (10): 1 2 3 4 5 ... 10 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes