Reading - Mangás


Páginas (11): « Anterior 1 2 3 4 5 6 ... 11 Próximo »
Avaliação do Tópico:
  • 0 Votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
0 votos
158 respostas neste tópico
 #46
Rurouni Kenshin - caps 160 - 170
Ual, simplesmente, ual, está sensacional esse arco
Não tem jeito, mesmo que o Arco do Shishio tenham adaptado bem no anime, como não adaptaram esse Arco decentemente? isso foi triste, vendo o quão bom é esse Arco...

Diferentemente do Arco do Shishio que tem todo lado político e overpower de lutas
Esse Arco do Enishi foca muito mais o psicológico do Kenshin, chegando a ficar em um estado quase louco com todo o passado dele simplesmente vindo a tona...
o mais interessante é que mesmo que toda a luta contra o Xogunato, a luta para uma nova era (Meiji) trazendo muito mais paz que antes (irônico que logo um tempo depois venha a Primeira Guerra Mundial)... e mesmo tudo isso, todas as mortes e consequências daquela guerra, mostrando que não importa o lado que vence, sempre haverá tristeza, morte, dor e ressentimento...

Outra coisa interessante é que é nesse Arco que conta todo o passado do Kenshin com a Tomoe (e pqp, devia ter uma capa só do Kenshin com a Tomoe, msm tendo ela no cap do vol 19)
É umas das partes preferidas de Rurouni Kenshin, e vendo mais detalhes dessa história, consegue ficar melhor do que já achava :'3


Freezing - caps 106 - 112
Só mostrou quão foda é o Avô do Kazuya
e poar Charles...
Spoiler:  
achei bem desnecessário todo esse drama das amigas da Elizabeth com a Charles... pqp, sério isso, o mais legal é QUEM FUCK MANDA NESSA POAR DE ESCOLA?
velho, deixar um bando de gurias arrancar cabelo (e braço) uma das outras e fazem porcaria nenhuma? kd os professores, kd alguém?

isso é a única falha que vejo na história, mostra que é uma escola militar, mas isso de 2ª ano manda no 1ª ano, deixar crianças mandando nas outras... (tirando a Chiffon, a Chiffon era foda)
kd a disciplina das 'alunas' não importa q série esteja? isso tá mais para uma escola de guerrilha onde o fraco não tem vez do q escola militar...

então esses últimos caps focando nessa rixa, foi chato, devem voltar logo no foco no 13º pelotão com as Valkiryes
Responder
 #47
Naruto - caps 686 - 700 (Fim, 'finalmente')
Foi bem ruim esse final, mas isso não é novidade alguma... mas digo msm assim...
teve alguns arcos que gostei bastante (evidentemente o Arco do Pain) mas claro, terminou de forma bem meh e tediosa...
e ver o último ep com td mundo velho, well, foi legal...
Nota 5/10 - slá, vai isso msm
Responder
 #48
Akame - caps 01 - 04
cada cap tem bastante pág, curti isso...
o anime adaptou muito bem esse começo, o que sinto o que já disse quando assisti... que quando lesse a parte em que está diferente a adaptação do original, provavelmente cairia um pouco minha visão sobre o anime, por mais que tenha gostado do final até...
Responder
 #49
Koe no katachi

comecei a ler esse mangá e não consegui parar mais, no começo eu achei muito sem graça, devagar, um garoto q se acha foda em tudo, e talz
mas ae a história evolui quando a Shouko aparece e muda tudo, dava dó ver ela sendo humilhada pelo Shoya só por ser deficiente auditiva, que idiota!

mas isso tbm mostrou os dois lados da moeda, a forma como ele foi tratado depois que forçou ela a mudar de escola, ele se tornou a vitima do bullying, ter as pessoas q vc considerava "amigos" de repente fazendo vc se sentir um lixo não é legal, e os japas avacalham nesse quesito

demorou até de mais pra o coitado resolver se suicidar, e se não fosse a culpa q ele levava pra fazê-lo ir atras dela antes de morrer, ele teria feito uma merda e perderia tudo de ótimo e maravilhoso que acabou acontecendo...

gostei da forma como aborda de q não devemos fazer com os outros o que não queremos pra nós e que apesar de tudo está dando errado todos temos direito a uma segunda chance.

10/10
Responder
 #50
TWGOK 181

Spoiler:  
Chihiro, sua puta.
[Imagem: B9wMsh2.png]
Responder
 #51
Vou só quotar
Out Escreveu:QUE PORRA FOI ESSA MEU DEUS DO CÉU O QUE ESSE AUTOR TINHA NA CABEÇA?

Esse último arco tava tão tão bom, não consigo acreditar nisso. Nada nunca vai chegar perto do desperdício de final que foi isso, não sei o que é Oreimo, não sei o que é Tasogare Otome, não sei o que é Usagi Drop, é tudo fichinha perto dessa atrocidade. Jamais vou chamar qualquer outro final de ruim, vou reservar essa palavra especialmente pra falar desse final aqui. Puta que pariu não dá pra crer.

TWGOK pior final que já li na minha vida etc etc.
Responder
 #52
Spoiler:  
[Imagem: T5q3AQ0.png]

O cara sendo macho. Não pode c. HAHA!
Responder
 #53
Li ontem o volume final do Sundome. Foi bem... controverso, comparado aos outros, que estavam constantemente melhorando. Conforme a história foi progredindo eu ficava cada vez mais curioso sobre como seria a explicação para as ações da Kurumi, ela foi muito bosta com o MC, por mim precisaria de uma puta razão pra explicar isso. E foi essa razão que senti que não fechou bem, nada justificou o que ela fez, ficou como uma filha da putisse mesmo. Meteram até os senpais do clube deles lá no meio, coisa que deveria ter permanecido como apenas comédia. Até a parte da Kyouko assassina já achei demais e me incomodou um pouco.

Mas bem, isso é mais um detalhismo meu, é bem complicado deixar algo misterioso omitindo informação assim e depois fazer com que todos os acontecimentos fechem perfeitamente sem asspulls baratos.

O outro probleminha, esse bem menor, foi dos membros do clube do nada agirem como se o relacionamento dos dois fosse conhecido. Foi bem bem rushada essa parte, mas pode muito bem ter sido intencional, como se estivessem numa bomba relógio pronta pra degringolar tudo que aconteceu quase instantaneamente.

Mas tirando essa parte de como chegamos do meio da história para o final, só tenho elogios, a progressão do relacionamento deles foi boa, sempre se superando nas bizarrices mas se mantendo coerente e natural. O subplot da Kyouko com o nerdão lá também foi bem executado.

E o final em si foi fantástico, não foi inesperado, foi exatamente o que a história já jogava na tua cara desde o início, mas foi muito bem executado, e igualmente triste. O epílogo depois chegou a dar raiva de tão deprimente, esses japas REALMENTE sabem como fazer esses finais que deixam um buraco no teu coração, muito muito triste, impressionante.
Responder
 #54
Tô acompanhando Vinland Saga, da Panini. E caras, que mangá foda!

Comprei o volume 9 lá no Anime Friends durante o '1° fodendo encontro do Baka' (o @Kim tava comigo na fila, ele viu minha empolgação) mas só pude ler ontem, e essa porra tá de explodir a cabeça! O mangá é bimestral, e quando eu terminei o volume 8 um tempo atrás (tô acompanhando desde que começou a sair), o autor me manda um: Fim do prólogo. Depois de oito fucking volumes, acabou o PRÓLOGO da parada.

Uma sinopse copiada lá do ChuNAN:
Spoiler:  
"A história de Vinland Saga se passa no século 11 e narra a vida de Thorfinn Karlsefni, um menino bárbaro que se torna um guerreiro para vingar a morte de seu pai. Para isso ele persegue o assassino de seu pai, Askeladd. Porém Askeladd está ciente de que Thorfinn quer matá-lo e decide usar essa informação para manipular o rapaz a fazer um de seus trabalhos em troca de um duelo contra ele. Thorfinn aceita e então a história se expande em uma aventura que se divide entre a pacificação dos dinamarqueses da Inglaterra do início do século XI e a ascensão ao poder do rei Canuto. Com batalhas brutais e muita informação sobre a cultura viking em geral, Vinland Saga apresenta diálogos que vão te divertir, surpreender e te conquistar junto aos seus personagens."

Sim, é um mangá sobre vikings. O autor é o mesmo que fez Planetes (que a Panini tá publicando agora, num formatão bonito e caro pra cacete, que eu quero comprar mas tô pobre), e essa porra surpreende a cada página que tu vira. O Thorfinn, protagonista, nem é o grande destaque. Ele é chato, personagem padrão mal humorado. Os coadjuvantes que são fodas!

Pra quem curte o seriado Vikings do History, essa porra é um prato cheio. Até os nomes são parecidos (tem Floki  Funny )

E se não bastasse a história ser interessantíssima por retratar um período histórico (cheio de licenças poéticas, óbvio, o autor mesmo se zoa quanto a isso), a arte é do caralho. Na moral, é tipo uma das artes mais fodas que já vi. E a Panini tá fazendo o trabalho belíssimo de lançar as páginas coloridas originais dos volumes, pra deixar tudo ainda mais delicioso  Happy

Tu abre o volume 1, que já tem páginas coloridas, e dá de cara com esse painel:
Spoiler:  
[Imagem: JqN7w48.jpg]

O autor não perdoa ninguém nas cenas de porradaria. É sanguinário pra caralho, e tudo bem detalhado. E o mais foda é que o mangá nem é focado só nas batalhas: o cara faz questão de mostrar a vida das fazendas da época, como são os escravos, situar tudo com mapinhas e narrações sobre a história da época (tipo "O rei Fulano morreu em data tal, e seu filho, Fulano Jr, assumiu o reinado durante os próximos cinco anos até uma revolta civil.").

Enfim, eu não posso falar muito sem dar spoilers, então só digo que vale a pena pra caralho acompanhar esse mangá. Ainda tá em publicação no Japão, atualmente no volume 15 (ou seja, daqui 6 volumes nós alcançaremos eles), e eu tô muito curioso pra ver onde tudo que tá rolando vai dar.

Fiquem com este outro quadro foda:
[Imagem: bplB20O.jpg]
Responder
 #55
Acabei de reler Steel Ball Run, a Parte 7 de Jojo, minha favorita  Happy 24 volumes, 95 capítulos de pura fabulosidade.
Comentários sem spoilers logo abaixo.

Pra quem não tá ligado, essa parte é um reboot da série. Basicamente, Jojo segue uma linha conectada da Parte 1 (Phantom Blood) até a Parte 6 (Stone Ocean). Daí pra frente (Steel Ball Run e a atual, ainda em publicação, Jojolion) a série dá uma mudada, ou seja, não existe mais conexão com as partes anteriores. Ou seja mais uma vez, dá pra começar a ler Jojo a partir da Parte 7 sem problemas (você só perde os easter eggs e referências mesmo).

Steel Ball Run é situada no ano de 1890, nos Estados Unidos. Um cara chamado Stephen Steel organizou uma grande corrida que atravessa o país, de San Diego à Nova York. Nessa corrida vale tudo: você pode correr com automóveis, com os pés, ou com cavalos (que é o que a maioria dos corredores fazem, por motivos óbvios), pode andar armado, vale tudo só não vale dar o cu.

[Imagem: MvBDql0.jpg]

Um número caralhoso de pessoas aparecem para participar da corrida, e entre elas estão alguns dos protagonistas desta parte, em especial Gyro Zeppeli, um cara misterioso com propósitos misteriosos, que usa uma estranha técnica chamada spin, através de suas bolas de metal chamadas Steel Balls (olha minha sign). Nisso, um garoto chamado Jonathan "Johnny" Joestar, que perdeu o movimento das pernas, acaba encostando nas bolas de ferro do Gyro, e por alguns segundos ele volta a andar. Com isso ele decide embarcar na corrida para tentar desvendar os segredos da técnica dos Zeppeli e recuperar o movimento das suas pernas e voltar a brilhar como jóquei. Só que essa corrida (que vale 50 milhões de dólares para o primeiro colocado) é organizada pelo Sr. Steel e o Governo, que tem como objetivo algo muito mais obscuro.

Tem outras coisas fodas dessa parte, mas seriam pequenos (pequenos, sério) spoilers, então vou botar em tag.
Spoiler:  
Basicamente, durante a corrida, Jojo e Gyro descobrem que tem algumas pessoas com umas técnicas estranhas chamadas "Stands" (oooh novidade), e daí pra frente a parada fica bizarra. É aí que entra uma busca por pedaços de um cadáver misterioso, que é exatamente o que o governo, especialmente o Presidente Valentine, está visando. E também há uma explicação para certas pessoas possuírem stands, além de diversas reviravoltas.

Essa parte é foda pois além de ser isolada das outras, a história é muito boa. No começo você pensa uma coisa, no meio tá vendo que é outra totalmente diferente, e no final tu já viu tanta coisa que não duvida de mais nada. O Araki pira fodamente nos Stands que cria pra essa fase. Tem um personagem chamado Diego "Dio" Brando que porra, é foda. (Você pensou que teria um personagem diferente aqui, mas era ele, Dio!). E não, ele não é o vilão principal.

Algo interessante a se comentar é que esta parte foi originalmente pensada como uma história solo, tanto que nem utilizava o nome "Jojo's Bizarre Adventure", mas a partir dos volumes 7-8, SBR deixou de ser semanal (Weekly Shonen Jump), e passou a ser mensal (classificada como um seinen da Ultra Jump e parte canônica de Jojo). E nisso aconteceu algo muito bom, que foi a melhora no traço do Araki. O traço dele é uma bagunça do caralho, mas no ritmo mensal deu uma melhorada foda, tudo ficou mais bonito.

Enfim, essa parte de Jojo é muito épica. Johnny é meu Jojo favorito, curto muito os poderes da Stand dele (em todos os níveis), mas todos os outros personagens são épicos.

E se você duvida da qualidade desta parte, veja esta imagem:
Spoiler:  
Tem certeza que vai ver? Ok.
Spoiler:  
Brinks
[Imagem: qE2Pdfo.png]
Spoiler:  
[Imagem: WsnvQ5k.png]

Pronto, não devem existir mais dúvidas.

Se quiser ler Steel Ball Run em português, posso indicar somente o scan da Jojo's Bizarre Alliance, clicando aqui. Não tá perfeito, mas tá ótimo. Ou faça como eu, e leia tudo em inglês mesmo. E se você for capaz, leia em japonês então, fodão.

Agora vou tratar de reler o que já li da Parte 8 (Jojolion), e botar em dia, pois estou muito atrasado. A meta agora é emparelhar com o lançamento (mensal) japonês. Ainda não sei o motivo de eu ter largado de acompanhar Jojolion, mas acho que é porque estava achando meio lento. Mas darei mais uma chance, já que Jojo é meu mangá favorito!  Desu

Leiam Jojo, seus porra.  
Responder
 #56
Enfim, botei a Parte 8 de Jojo, Jojolion, em dia. Reli os dois primeiros volumes, e dei continuidade, indo até o volume mais recente lançado.

Jojolion começou a ser publicado em 2011, e a série se passa em 2011 também, logo após o terremoto Tohoku. A série se passa na cidade de Morioh, onde um cara acorda e não faz a mínima ideia de quem ele é ou de onde ele veio. Uma menina chamada Yasuho Hirose o encontra, perto de umas Paredes Oculares que surgiram em volta da cidade após o terremoto, e nota que ele tem quatro testículos. E daí pra frente começa a "jornada" para entender o mistério acerca desse cara com roupa de marinheiro, que nem o nome sabe, mas acaba sendo apelidado de Josuke Higashikata.

[Imagem: Dls67em.jpg]

O interessante é que o Josuke não sabe nada sobre sua vida, mas ainda se lembra de coisas básicas, tipo como fazer cálculos, usar as coisas, usar seu Stand (Soft & Wet, que tem o poder de roubar uma característica de qualquer coisa quando a bolha lançada toca em tal coisa), etc. Ele só não lembra seu nome, seu passado, nada sobre sua vida.

Tô curtindo essa parte. O mistério está muito interessante, e tá tudo interligado com Steel Ball Run. Dá pra concluir MESMO que SBR é o "Phantom Blood" dessa nova fase de Jojo. Spoilers adiante:

Spoiler:  
Foi bem interessante, no Volume 5, ver o que aconteceu com o Johnny após o fim de Steel Ball Run. Eu ainda não havia lido este volume, então fiquei muito surpreso pois não imaginava que essas coisas poderiam acontecer. Nem pensei que o Araki voltaria a explorar Steel Ball Run tão profundamente.

Enfim, tô gostando. Da primeira vez que li, tinha achado meio chato e parado, mas a história engrena de uma maneira foda. Eu havia lido muito pouco (até porque, na época que eu fui começar a ler Jojolion só tinha os três primeiros volumes publicados). Quero só ver onde os últimos acontecimentos vão levar...
Responder
 #57
Nisekoi 178 - 179
Só tenho a dizer q... os últimos serão os primeiros :v
definitivamente 2nd best girl ela (quem leu, sabe de quem estou falando), finalmente tivemos algum desenvolvimento, e a Chitoge no final do cap 179 s2 ela é Best Girl demais...
Responder
 #58
(26/07/2015, 20:12)AbaKaT Escreveu: Nisekoi
desenvolvimento

????????????????????????????
QUÊ
NÃO
PODE
SER

[Imagem: jy4aZyT.png]

Tu tá lendo o mangá errado, cara.
Não pode estar certo.

É, certeza que tu deve ter escrito errado.

Spoiler: sempre relevante  
[Imagem: ldwAaPf.png]
Responder
 #59
kkkkkkkkkkk tbm fiquei surpreso nesses ultimos caps... msm estando evidente que ia acontecer algo, estava desacreditando piamente até acontecer msm rsrsrsrs

mas dane-se, eu gosto de Nisekoi de qq forma, tendo desenvolvimento ou não -q
igual a qq anime harem comédia q eu goste -qqq
Responder
 #60
100° comentário, eeeee Happy

Bom, eu li alguns mangás nos últimos dias (mais do que eu li nos últimos... Sei lá, três anos?  HAHA! ).
Comentarei cada um abaixo.

Level E

[Imagem: MCq3ZUM.jpg]

Bom, postei recentemente no tópico de ostentação que resolvi comprar Level E completo, as três edições da JBC. Eu já conheço a série, já li o mangá alguns anos atrás, já vi o anime, enfim. Mas eu não lembrava que era tão divertido.
Sério, o Togashi, quando quer, sabe fazer um negócio foda mesmo, pqp. Toda a "jornada" do Príncipe Baka é muito engraçada, em especial o segundo volume, com os Color Rangers. O Togashi resolve criar um esquema meio RPG-Maker que é GENIAL. Absurdamente genial.

Mas apesar das qualidades, nem tudo são flores. Aqui já é possível ver a característica principal do autor: a preguiça. Tem alguns capítulos/páginas que a arte tá de doer, apesar do roteiro ser muito bom sempre. É realmente o esquema de M.I.B, só que no Japão. É interessante como a história não segue um ritmo, mas sim é dividida em fases com arcos envolvendo algum problema com alienígenas. Gosto muito disso.

Enfim, adoro Level E, foi ótimo ter comprado isso. Togashi mito.

O Cão Que Guarda As Estrelas (Hoshi Mamoru Inu)

[Imagem: xqKawCM.jpg]

Vai tomar no cu. Quero que o cara que escreveu essa porra de mangá vá pro inferno. Maluco, que negócio triste. Chorei do começo ao fim, sério.
Esse mangá é um tiro de .12 no coração de quem gosta de animais (especialmente cachorros).

Dividido em duas histórias, uma principal (envolvendo o cachorro e o dono), e outra com um outro cara. E bicho, as duas são tristes pra caralho. Li durante a madrugada e chorei feito um ninja silencioso, fui dormir na merda.

A arte é animal, sério. Simples, mas muito bem detalhada e fofa. Tô mega ansioso para o lançamento de "O Outro Cão Que Guarda As Estrelas" (Zoku Hoshi Mamoru Inu), espero que seja tão bom quanto seu predecessor. A capa já é tão fofa quanto.

Yu Yu Hakusho vol.01 e 02

[Imagem: GKDeYZl.png]

Esse foi uma surpresa pra mim. Togashi é um dos meus autores favoritos graças a Hunter x Hunter e Level E, mas Yu Yu Hakusho eu só conhecia o anime. Nos últimos dias eu estava pesquisando mangás legais pra comprar, e notei que Yu Yu só tem 19 volumes, e saíram apenas 10 até agora. Ou seja, perfeito pra eu começar a comprar, visto que não está esgotado!

Bom, comprei os dois volumes sem muita expectativa. E caralho, que negócio foda. Duvidei muito da qualidade disso, já que basicamente foi o primeiro grande mangá do Togashi, mas é muito foda!

A história é interessante, todos os personagens são ótimos, e é incrível ver o Togashi desenhando fodamente, sem preguiça alguma. Curti MUITO. O segundo volume acabou com um gacho incrível, provavelmente comprarei o 03 e 04 em breve (o mais rápido possível, espero).

Em dois volumes o cara desconstruiu toda a estética comum dos shonens, e agora estou curioso pra saber onde isso vai dar. Muito bom, muito bom mesmo.
_____________________________________________________________

E é isso. Sigo lendo Jojolion mensalmente via scan, e estou com dois volumes de Planetes aqui pra ler, mas esse eu devo comentar só quando tiver lido os quatro. Basicamente, acho que são esses os mangás que tenho acompanhado/lido.
Responder
Páginas (11): « Anterior 1 2 3 4 5 6 ... 11 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 2 Visitantes