Sobre filmes.


Páginas (28): « Anterior 1 ... 24 25 26 27 28 Próximo »
Avaliação do Tópico:
  • 2 Votos - 3 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
2 votos
409 respostas neste tópico
 #391
Tbm já ouvi muita gente falando que é bizarro mesmo, mas ainda sim é foda.
Só que nunca vi nada de ghost in the shell... sempre tive vontade de ver, mas nunca vi.

E a primeira coisa que eu reparei, foi que a Scarlett n ta gostosa aí lol
Milagre.

E isso eu achei foda
Spoiler:  
[Imagem: 70iXmKF.png]
Responder
 #392
Star Trek: Sem Fronteiras (Star Trek Beyond)

E não é que a aventura do terceiro ano da nova Enterprise é boa pra caramba? Pra mim, não só o melhor blockbuster do verão como também o melhor filme dessa nova trilogia de Star Trek. Melhor que o primeiro (que eu adoro), que o segundo (que eu acho bem mais ou menos), e uma delícia de aventura pra qualquer fã.

O filme parece um grande episódio da série clássica em diversos momentos, porém feito nos dias de hoje. Não perde tempo em desenvolver os personagens, apresentar uma ameaça digna de um episódio ou filme da série clássica, e presta homenagens que fazem qualquer um se emocionar.
Tirar o J. J. Abrams da direção foi a melhor decisão tomada, e deixar o roteiro por conta do Simon Pegg (nerd de carteirinha e fã de ST) é o verdadeiro "tcham" do filme. As cenas de ação dirigidas pelo Justin Lin são ótimas, todas as coreografias, maquiagem, efeitos especiais (os mais bonitos do ano, pra mim), tudo impecável. Soube dosar tudo muito bem.

O Krall (Idris Elba detonando) é um vilão convincente, a Jaylah (Sofia Boutella) é uma baita personagem legal que já quero que passe a integrar a Enterprise, o Kirk do Chris Pine parece mais experiente e menos impulsivo do que era nos filmes anteriores, o Spock do Zachary Quinto está mais contido, e como sempre o Bones do Karl Urban é hilário. A Uhura da Zoë Saldaña aparece menos do que nos filmes anteriores, e isso evita cenas constrangedoras como aquela DR com o Spock no segundo filme. E ela age como a boa personagem que é o tempo todo!

Como já disse antes, o filme (especialmente o segundo ato) lembra muito a série clássica. Quando ele é centrado em um único planeta (e não uma aventura espacial gigantesca como o J. J. insistia em fazer e falhou miseravelmente no segundo filme) o tom acaba se tornando idêntico ao da série. Até os cenários são parecidos (pedras, bases, coisas do tipo). Sem contar que no final o filme acaba prestando sem querer uma homenagem ao Anton Yelchin, e isso foi bem emocionante também. Muito, muito bom. Recomendo demais. Tem torrent 720p e 1080p por aí já. Queria ter visto no cinema mas não rolou, infelizmente.

Também assisti Esquadrão Suicida e achei bem qualquer coisa. Não é um lixo horrível como disseram, nem bom pra caramba. Ficou ali na média pra mim.
Responder
 #393
O trailer da Mulher-Maravilha tá lindo demais. Chorei.

Responder
 #394
seria esse o melhor filme da DC? To com um hype muito grande pra esse filme
Responder
 #395
Num momento onde 90% dos filmes são sobre heroínas que representam, ou supostamente deveriam representar, o espírito de liberação feminino, nós temos finalmente algo real, um filme com uma personagem que tem base, que está aí desde de sempre, e que é de fato uma mulher forte, em todos os sentidos da palavra.

Esse trailer ficou foda, o filme promete ein.
Responder
 #396
Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário (2014)

Eu ia comentar no Playing Animes, mas como é um filme, vai aqui mesmo...

Uma tragédia visualmente bonita. Um aborto bonito. Apressado, com tudo sendo jogado do nada, nada fazendo sentido, mas com uma animação muito bonita e umas lutinhas legais. A dublagem (japonesa) e a trilha sonora também estão boas. De resto, só desgosto. E olha que eu nem sou grande fã de Cavaleiros pra me sentir ofendido nem nada (tipo com a casa do Máscara da Morte).

As coisas acontecem sem explicação nenhuma, tomando como base que você é fã e deve aceitar tudo que tá sendo jogado ali porque foi explicado melhor no mangá ou no anime... O filme sendo analisado dentro dele mesmo, é um lixo completo. E de novo, nem estou falando da caracterização (pífia e superficial para os Cavaleiros de Bronze, ou totalmente distorcida para os de Ouro).

Ruim. Mas a animação surpreende bastante, e o design das armaduras tá legal também. No final, é bacana ver uns clipes no YouTube, especialmente de algumas lutinhas, porque de resto é só desgosto. Fraquíssimo.
Responder
 #397
Gantz:O (2016)

Bom, é um filme, foi exibido nos cinemas... É pra comentar aqui ou no Playing Animes? Alguém me explana isso plz. Enfim.

Bom filme! Qualquer fã de Gantz vai curtir e matar a saudade. Um visual lindo, uma trilha sonora bacana, e tudo aquilo que torna Gantz, Gantz: violência, exageros, mulheres bonitas em roupas coladas, muitos alienígenas bizarros e situações doidas.

Como uma adaptação do arco de Osaka, tem suas liberdades criativas. Cortaram vários personagens (alguns que tem cenas muito boas de pancadaria nesse arco), e adaptaram para que um "civil-não-fã" possa assistir, apesar de eu ainda achar que funciona melhor pra fã... Mas no geral o saldo é bem positivo. No Japão o filme é um "PG13", e ainda assim tem umas cenas bem gore. Cortaram basicamente a nudez, mesmo (e ainda assim tem o monstrão gigante feito de feitos e pernas de vaginas). E o personagem que era viciado em drogas.

Gantz não é uma obra de excelentíssima qualidade, mas é super divertido de se acompanhar como um escapismo louco. Eu como fã me senti bem satisfeito. Espero que façam outros filmes.
A cena do finalzinho me deixou bem feliz.

Nota 7/10, falando como um fã da obra.
Responder
 #398


o mais engraçado é ver os otacu reclamand no twitter
Responder
 #399
@AcoyKujo

Finalmente um Trailer que dá pra ver que porra tá acontecendo.

Até que não tá ruim tbh

Responder
 #400
what the fuck

https://twitter.com/netflix/status/888170165657096193
Responder
 #401
(20/07/2017, 20:28)Best Escreveu: what the fuck

https://twitter.com/netflix/status/888170165657096193

Mesmo diretor de Suicide Squad, parece muito no visual com o que eles iam entregar antes de refilmarem o filme todo e cagare tudo. Lembra um pouco MiB tbm.

A premissa desse filme tem tudo pra ser uma bosta mas se for bom vai ser MUITO bom. Tô afim de ver haha
Responder
 #402
Sakasama no Patema(Patema Inverted):

Fazia algum tempo que eu não assistia a algum filme de anime solto, com história própria e tal e tenho que dizer que fiquei feliz em ver Patema.

Os personagens e como eles se relacionam são o ponte forte do filme. A Patema é uma garota normal com sonhos, curiosa que quer explorar outros lugares, instigada pelo Logos, enquanto presa no subsolo. Realmente gostei da VA da Patema, ela poderia ter mais roles. O Age(gostei pacas do nome dele por algum motivo) vive numa sociedade ditatorial, onde você não pode nem olhar pro céu, também instigado pelo pai dele a tentar ser livre, ir para o céu assim como ele foi. O desenvolvimento dele não só instiga ele a ter mais coragem, como outros personagens ao redor. Durante a história a relação dos dois vai naturalmente sendo desenvolvida, a partir do diálogo e até contato físico e mostrando como um vai confiando no outro aos poucos, diminuindo a distância entre eles. O meu único problema com esse desenvolvimento que, apesar de bem sútil e bem representado, acontece muito rápido. Eles praticamente conversam por um dia e o Age, apesar de plausível porque a Patema foi a "mudança" que ele sempre quis em sua vida, praticamente tá disposto a morrer por ela.

A história é muito boa e com vários twists muito legais e bem escritos. Eles não eram tão inesperados, mas você fica tão focado na relação dos personagens que quando acontece tu é pego completamente desprevenido. O jeito que os acontecimentos se conectam, apesar de um pouquinho forçados em algumas horas, consegue dar um peso às motivações deles. Os acontecimentos no geral com o vilão do anime são bem escritos, ele consegue passar aquela sensação de perigo real e teve bastante karma envolvido nos acontecimentos com ele (spoiler) o jeito que ele é jogado pra cima pela máquina do pai do menino (/spoiler), mas ao mesmo tempo eu achei ele muito cartunesco pra um anime que se foca nos personagens. Os outros side characters também possuem um desenvolvimento no decorrer da história, desde o velhinho avô da Patema ao cara que é o lacaio do vilão.

A trilha sonora não se destaca tanto, mas há algumas músicas letradas que são muito bonitas. Se fosse um pouco mais dramático dava até pra rancar algumas lágrimas de você. Com certeza vou deixar baixado aqui. haha

Agora o meu ponto preferido, os visuais! Cara, ultimamente animes com cenários e visuais bonitos não são tão raros, mas esse se destaca até mesmo entre eles! O conceito de "inverted' dos personagens são muito bem passados por meio dos visuais, alguns momentos eu ficava com vertigem de verdade quando eles olhavam pro fucking céu. Às vezes a imersão nos visuais é tão grande que tu fica realmente bugado com o que é invertido e não é. Realmente, principalmente nos cenários, um dos melhores visuais de animação que eu já vi.

Bem, com certeza um anime muito bom! Poderia ter sido um pouco mais dramático e o final que, apesar de ser bem legal, um pouco mais completo. É um dos poucos que eu vejo que funciona muito bem como filme ao invés de um anime de 12 episódios(Koe no Katachi é um exemplo que seria melhor como anime de temporada na minha opinião).

8,5/10
Responder
 #403
Vejam 7 Minutos Depois da Meia Noite, o filme que recebeu uma estranha adaptação no nome, mas fazendo sentido.

É o meu livro favorito de toda minha vida, eu li ele logo quando foi lançado e trazido para a biblioteca do meu ensino médio, conseguíamos uma cópia de alguns livros lançamentos e eu absorvi ele para mim e não deixei ninguém ler pois eu ficava o tempo todo com ele na mão. 

A Monster Calls ou O Chamado do Monstro, originalmente, agora pode ser encontrado na Netflix, já que quase não recebeu divulgação e nem todo cinema decidiu abrir uma sala para ele.

Só peço isso para vocês, já que Tales of the Peculiar, minha segunda desgraça favorita, não terá adaptações tão cedo.
Responder
 #404
não sei se deveria postar isso aqui, no tpc da novel ou do anime mas anyway: meu kokorô não estava preparado pra esse treiler Icon_cry

Responder
 #405
Death Note (2017)

Sou masoquista e fui assistir ao Death Note da Netflix, apesar de todas as indicações de que o filme seria uma bomba de tranqueira. Mas fui de coração e mente abertos.

O filme é ruim. Se eu tiver que resumir ele numa nota, de 0 a 10, seria 4/10. Eu realmente acredito que o filme é abaixo da média, mesmo tratando ele como um filme e não uma adaptação de um mangá ou anime que eu curto.

Entre os problemas, que não são poucos, estão: os personagens (Light é um cara que é motivado por bullying, vontade de fazer justiça e vontade de comer a Mia, que é a Misa do filme, e é mais Light do mangá/anime que o próprio Light), as cenas VERGONHOSAS (Watari cantando pro L dormir, cena final numa roda gigante absurda, primeira aparição do Ryuk), o desenvolvimento da história é superficial e rápido demais, pois tentam condensar tudo em 1h30min... Enfim, é muito problema. Os personagens se relacionam e você não sente nada, nem amor nem ódio. O "namoro" da Mia com o Light é péssimo, e o L age como um gênio, e às vezes como um imbecil. Do meio pro final o negócio desanda. É muito fraco.

Nos pontos fortes, destaco o Ryuk sendo engraçado e dando risada da treta. E o L é bom em alguns momentos, em outros é uma merda. Destaco também algumas das mortes, que são RIDÍCULAS, mas me fizeram dar risada e me divertiram, graças a montagem de como elas se desenvolvem. Mas enfim.

É fraco. É abaixo da média, no máximo assistível pra passar uma raivinha. Ghost in The Shell da Scarlett Johansson foi uma adaptação bem melhor e mais sincera, e é só mediano. Bom filme, coisa que esse Death Note não é.

A Netflix se deu melhor adaptando Sidonia e Blame, que são boas adaptações. Passem longe, de verdade. A cena final é UMA MERDA e ainda deixa em aberto. Ruim.
Responder
Páginas (28): « Anterior 1 ... 24 25 26 27 28 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 2 Visitantes